Ciências Sociais / Plano Collor+Plano Real

Plano Collor+Plano Real

Pesquisas Acadêmicas: Plano Collor+Plano Real
Buscar 155.000+ Trabalhos e Grátis Artigos

Enviado por:  Maria  02 janeiro 2012
Tags: 
Palavras: 1385   |   Páginas: 6
Visualizações: 218

...

ia, visto que, no primeiro semestre desse ano, ela era de 4,3%, e em março de 1995, alcançava 7,3%.

Verificava-se, em médio prazo, que a inflação reduzida foi responsável pelo aumento do poder de compra das camadas mais pobres, e esse fato, aliado à estabilização dos preços, elevou as vendas do período. O crescimento econômico da última década, a inflação mantendo taxas anuais de um digito e os fracos impactos da crise mundial de 2008 no Brasil mostram que o plano também conseguiu estabilizar a economia.

Fatores negativos:

Houve alguns problemas, contudo, na implementação do Plano Real. A balança comercial, no início de 1995, passou a ser deficitária, já que houve um decréscimo nas exportações simultaneamente a um aumento das importações. Além disso, os gastos orçamentários com o setor público eram cada vez maiores, que levou ao decrescimento do superávit desse setor. Devido às altas taxas de juros, o endividamento público também sofreu considerável aumento.

Em médio prazo, devido à supervalorização do Real, os juros elevados e a abertura econômica, a economia passou por um período de estagnação, gerando - no ponto de vista social – alta nos índices de desemprego.

O Plano conseguiu atingir seus objetivos iniciais?

Quanto aos objetivos iniciais, o plano foi extremamente bem sucedido. A inflação finalmente foi controlada e a economia encontra-se estabilizada, mantendo bons níveis de crescimento.

O Plano Collor

Introdução

O ex-presidente da República, Fernando Collor de Melo, assumiu o poder em 1989 e foi o primeiro presidente eleito pelos votos diretos após o período militar. Com um discurso de forte moralização, disse que iria combater a recessão vivida pela economia brasileira, com propostas como o fim dos altos salários dos funcionários públicos, os marajás.

A situação da economia brasileira definitivamente não era das melhores. Collor herdava uma crescente inflação, que em um ano, de março de 1989 a março de 1990, chegou a impressionantes 4.853% ao a

no. O contexto do Brasil em relação ao cenário mundial nos anos 80 foi determinado pelos ajustes da crise de endividamento externo, ou seja, a politica de comércio exterior estava voltada pra obtenção de superávits primários por meio do estimulo as exportações e a contenção das importações.

Para mudar esse cenário, Collor criou um plano econômico, onde sua principal medida foi o confisco de ativos econômicos em bancos. Também foi iniciado por Collor uma abertura econômica radical e cortes no orçamento público.

Objetivos Iniciais do Plano

No dia 16/03/1990, um dia após a posse do ex-presidente Fernando Collor, a ex-ministra da economia Zélia Cardoso anunciava a execução do Plano Collor. Este Plano tinha como objetivos iniciais pôr fim a crise econômica, combater à inflação, ajustar a economia e elevar o Brasil de um país de terceiro mundo a primeiro mundo.

Fatores Positivos

Collor iniciou um amplo processo de abertura econômica forçando a modernização do parque industrial brasileiro, ...



Cadastre-se no TrabalhosGratuitos

Cadastre-se no TrabalhosGratuitos - buscar 155.000+ trabalhos e monografias