Ciências Sociais / Plano

Plano

Trabalho Universitário: Plano
Buscar 155.000+ Trabalhos e Grátis Artigos

Enviado por:  daninunes0712  19 junho 2013
Tags: 
Palavras: 455   |   Páginas: 2
Visualizações: 242

Estudo de Caso – Os Miseráveis Poderia ter acontecido em Paris, no século XVIII. No romance Os Miseráveis, Jean Valjean rouba pão e é condenado a 19 anos de prisão. Mas, aconteceu em São Bernardo do Campo, no final de 1995. O operário J., 44 anos de idade, foi detido pelos guardas de segurança da Forjaria São Bernardo, do grupo SIFCO. Levava dois pãezinhos, que, segundo a empresa, eram "três ou quatro", furtados da lanchonete. J. foi chamado no dia seguinte ao departamento de pessoal, para ser demitido. Fazia tempo suspeitava-se de J., o qual, uma vez apanhado, confessara que sempre levava os pães, para comer durante o horário de trabalho, porque sofria de gastrite e a comida do refeitório lhe fazia mal. O fato, havia muito tempo, era de conhecimento de seus colegas e de seu chefe. J. era agora um ladrão desempregado. Seus 20 anos de serviço sem repreensão na SIFCO transformaram-se em nada. Foi para casa, dois quartos e sala, ao encontro da família, mulher e dois filhos. Para a administração de recursos humanos da SIFCO, o caso estava encerrado. Porém, no dia seguinte, "os encrenqueiros do sindicato" começaram a fazer barulho na porta da fábrica. Num comunicado ao público, a SIFCO informou que o metalúrgico J. cometera falta grave e havia sido demitido por justa causa. O caso chamou a atenção da imprensa e saiu nos jornais. A diretoria da SIFCO, sediada em Jundiaí, São Paulo, viu o tamanho do problema e percebeu que castigar quem rouba pão é má ideia desde que Victor Hugo contou a história de Valjean. Numa reunião, os diretores decidiram voltar atrás, por causa da publicidade negativa. Alguns dias depois, novo comunicado nos jornais informava que a SIFCO considerava a demissão do agora senhor J. "um fato isolado, lamentável e equivocado". Ele estava sendo reabilitado e chamado de volta ao emprego. Ao voltar, disse o senhor J.: "Eu gosto da empresa. Tudo o que tenho foi dela que recebi. Não quero que ela seja prejudicada." QUES

TÕES PARA DEBATE  Comente a decisão de demitir o senhor J. é certa ou errada? Por quê?  Comente a decisão da empresa, de reconhecer o erro e reverter a decisão.  Se você fosse diretor da empresa diria algo ao gerente de recursos humanos, que demitiu o senhor J.?  Se você fosse o gerente de recursos humanos da fábrica, como teria agido? O que ele deveria fazer agora, que a diretoria modificou sua decisão?  Comente os aspectos éticos e comportamentais deste caso. Estudo de caso elaborado por Antonio Cesar Amaru Maximiano, da FEA-USP, com base em relato de Elio Gaspari, publicado em O Estado de S.Paulo, 10.9.95. São Paulo, março de 1996. Fonte: http://cabradm.blogspot.com.br/2008/09/estudo-de-caso-os-miserveis.html, acesso em 17/06/2013 ...



Cadastre-se no TrabalhosGratuitos

Cadastre-se no TrabalhosGratuitos - buscar 155.000+ trabalhos e monografias