História / Caso Concreto - História Do Direito

Caso Concreto - História Do Direito

Trabalho Escolar: Caso Concreto - História Do Direito
Buscar 155.000+ Trabalhos e Grátis Artigos

Enviado por:  PamFaria44  13 março 2013
Tags: 
Palavras: 550   |   Páginas: 3
Visualizações: 242

No início da aula da semana 2, devem ser apresentados os seguintes exercícios:

Caso da Aula 2

Leia a notícia a seguir (adaptada de texto disponível em:

http://geodesia.ufsc.br/Geodesia-online/arquivo/cobrac_2002/048/048.htm

e, depois, responda as questões formuladas.

“O Foral de Olinda, de 1537, o documento mais antigo relativo à cidade e o único Foral de Vila conhecido no Brasil, é uma carta de doação feita pelo primeiro donatário de Pernambuco, Duarte Coelho, aos povoadores e moradores. Este documento elevou o povoado de Olinda à Vila, estabelecendo seu patrimônio público, bem como um plano de ocupação territorial. Além da importância histórica, gera, ainda hoje, à Prefeitura Municipal, o direito de cobrança do foro anual, laudêmio e resgate de aforamento.

Através do resgate histórico deste documento do século XVI, o Projeto Foral de Olinda possibilitou o aumento da arrecadação municipal, através da incorporação do cadastro de terrenos foreiros ao Sistema de Cadastro Imobiliário do município. Os trabalhos iniciaram-se em 1984, culminando com a emissão dos carnês de cobrança em 1994, 1996 e 1998, para, respectivamente, 34.000 imóveis localizados em Olinda, 15.000 em Recife e 18.000 parcelas no Cabo. Apesar de significativa a quantidade de foreiros, verifica-se que a arrecadação ainda é baixa.”

Como se pode observar, o texto acima informa que o documento celebrado no Século XVI, ainda, nos dias atuais, gera arrecadação municipal. Sendo assim, visando a facilitar sua pesquisa, indicamos visita ao site

http://www.portalsaofrancisco.com.br/alfa/carta-foral/carta-foral.php

para, logo após, explicar o que é uma Carta Foral e por que, ainda hoje, permite que ela continue a cobrar o tributo.

Resposta:

Carta Foral, é um documento concedido por um Rei para a povoação, estabelecendo normas de relacionamento de seus habitantes. Ela tratava dos tributos e estabelecia os foros, dos povoados da terra fundada. Estabelecia o exercício da justiça na vida muni

cipal, determinando a organização social e administrativa. A Carta Foral definia o que pertencia a coroa e o que pertenceria ao ordinário, a coroa detinha o monopólio do comércio do Pau-Brasil e das especiarias. Os forais serviriam para as cobranças de obrigações.

É possível ainda hoje a utilização desses antigos documentos, pois o código civil de 1943, proibiu a criação de novas cobranças, mas manteve as que já existiam e assim, continuarão existindo.

Questão objetiva

Será estudado, mais adiante, que, nos dias de hoje, vigora a ideia de que o poder é melhor exercido quando não está todo ele nas mãos de uma única pessoa. Essa teoria que irá se consagrar, principalmente, com um pensador francês chamado Montesquieu - que produziu sua principal obra, chamada O Espírito das Leis, no Séc. XVIII - até os dias de hoje é muito influente, inclusive no Brasil. Sobre a estruturação do poder na Colônia, é possível afirmar que:

a) O Brasil adotou, desde o começo de sua fase colonial, a divi ...



Cadastre-se no TrabalhosGratuitos

Cadastre-se no TrabalhosGratuitos - buscar 155.000+ trabalhos e monografias