Outras / Cultura Do Alface

Cultura Do Alface

Pesquisas Acadêmicas: Cultura Do Alface
Buscar 155.000+ Trabalhos e Grátis Artigos

Enviado por:  mathews  21 junho 2013
Tags: 
Palavras: 943   |   Páginas: 4
Visualizações: 43

Cultura da Alface Crespa

1. Introdução.

Nome Científico: Lactuca sativa, Linné

Família: Asteraceae, grupo Lactuceas

Nome Popular: Alface

Descrição Botânica: Presa a um pequeno caule, as folhas da alface podem ser lisas ou crespas e verdes, arroxeadas ou amareladas. Pode ou não formar “cabeça”, dependendo das inúmeras variações. Seu ciclo é anual. Na fase reprodutiva, emite uma haste com flores amarelas agrupadas em cacho, e produz em maior quantidade uma substância leitosa e amarga chamada lactoaria.

Alface crespa: apresenta folhas com bordos flabelado (crespo). Destaca-se pela facilidade no manuseio, não ocasionando danos à planta. No Brasil é o mais comercializado e a preferência é pela coloração verde clara.

Partes Usadas: folhas; leite extraído da planta florescente.

Propriedades Medicinais: calmante, sonífero, refrigerante, emoliente e laxativa.

Sua substância leitosa é muito usada em cosméticos, para rejuvenecer e acalmar a pele.

De baixo teor calórico, esta hortaliça é ideal para os dias de verão e seu teor de fibras é ótimo para o funcionamento intestinal.

Cem gramas de alface fornecem 15 calorias.

Princípios ativos: Vitaminas A e C, fósforo e ferro.

Seu período de safra é maio a novembro.

Origem: Asiática, mas segundo as informações essa verdura foi utilizadas por egípcios , gregos e romanos. Essa verdura tem preferência em solos arenosos argilosos com baixa acidez e com bastante matéria orgânica, poderá ser recolhidas 70 dias depois da semeadura. Outros nomes, Alface-comum ou Leituca.

Histórico da Planta:

Nos tempos de Henrique VIII a alface era rara na Inglaterra e a rainha D. Catharina, quando queria satisfazer o desejo da salada de alface, mandava portador a Holanda, naquele tempo viagem longa, para trazer a sua alface.

O leite que sai da incisão do talo da planta florida, depois de seco é conhecido desde 1792 na terapêutica como sonífero. No ano de 1816 o Dr. Ducan usou este produto em Edimburgo com muita vantagem o que foi repeti

do por todos os médicos da Europa do século XIX. Nesta época para se obter um pouco deste precioso leite eram necessários no mínimo 200 alfaces floridas, por isso os farmacêuticos franceses acharam melhor fabricar o extrato alcoólico do suco da planta que chegou ao mercado consumidor com o nome de Tridaceo.

2. Material e Métodos:

No dia 08 de março de 2013 os acadêmicos do curso de agronomia da Universidade Estadual de Goiás – UEG unidade universitária de Ipameri implantaram a cultura da alface crespa no canteiro do projeto mandala, com o objetivo de avaliar os alunos a professora da disciplina de olericultura, ministrada no 6ª período do curso deixou dois alunos com cada cultura.

Preparo do canteiro

O canteiro é o local onde as plantas ficam após o transplante, então este local precisa de vários cuidados antes de receber a cultura do alface, um dos principais cuidados na hora de fazer o canteiro é a sua profundidade, pois um canteiro razo demais pode prejudicar o crescimento do ...



Cadastre-se no TrabalhosGratuitos

Cadastre-se no TrabalhosGratuitos - buscar 155.000+ trabalhos e monografias