Outras / Doenças De Ler

Doenças De Ler

Artigo: Doenças De Ler
Buscar 155.000+ Trabalhos e Grátis Artigos

Enviado por:  ThaysViilela  10 maio 2013
Tags: 
Palavras: 1431   |   Páginas: 6
Visualizações: 102

3. INTRODUÇÃO

Neste trabalho serão abordados assuntos cujo tema central refere-se às doenças ocasionadas por LER/DORT. Serão especificadas sobre o que vem a ser, diagnósticos, tratamento e prevenção a tais doenças.

Em 1713 Bernardo Ramazzini, médico, descreveu um grupo de afecções músculo esqueléticas entre as quais a encontrada em notários e escreventes que, acreditava ele, ser pelo uso excessivo das mãos no trabalho de escrever. Esta doença que mais tarde foi chamada de “cãibra do escrivão”, dava-se ao um conjunto de fatores, eram eles, sedentarismo, uso contínuo e repetitivo da mão em um mesmo movimento e a grande atenção mental para não borrar a escrita. Caracterizava-se esta doença por uma sensação de pareslesia de membros superiores acompanhada por sensação de peso e fadiga nos braços, podendo ainda estar associada a dores cervicais e/ou lombares.

No ano de 1833 uma descrição de grande número de casos de trabalhadores acometidos por sintomas semelhantes aos já descritos por Ramazzini ocorreu na Inglaterra, nos anotadores do serviço britânico, sendo tal fato atribuído ao uso de uma pena de aço mais pesada. O primeiro evento de que se tem notícia de uma atividade ser considerada como causadora de uma doença profissional devido a movimentos rápidos e repetitivos data de 1908 quando, na Inglaterra, o serviço de saúde Britânico atribuiu aos telegrafistas uma nova doença denominada de “cãibra do telegrafista”, que tinha como sintoma principal a fraqueza muscular, sugindo assim uma relação entre doença – lesão – incapacidade.

Em meados de 1970 e 1980, em sua análise, William Gowers descreveu que, mais do que uma simples doença, apresentavam seus pacientes insatisfação com o trabalho, ansiedade, problemas familiares, instabilidade emocional, revolta e dificuldade de diferenciar o que verdadeiramente sentiam, daquilo que era irreal. A LER, entretanto, acentuou-se demasiadamente na década de 1990, com a popularização dos computadores pessoais.

O termo LER (Les

ão por Esforço Repetitivo) refere-se a um conjunto de doenças que atingem principalmente os membros superiores, atacam músculos, nervos e tendões provocando irritações e inflamação dos mesmos. A LER é geralmente causada por movimentos repetidos e contínuos com consequente sobrecarga do sistema musculoesquelético. O esforço excessivo, má postura, stress e más condições de trabalho também contribuem para aparecimento da LER. Em casos extremos pode causar sérios danos aos tendões, dor e perda de movimentos. As principais vítimas são digitadores, publicitários, jornalistas, bancários e todos os profissionais que têm o computador como companheiro de trabalho. Já a DORT(Distúrbio Osteomuscular Relacionado ao Trabalho) diferentemente do que ocorre com doenças não ocupacionais, as doenças relacionadas ao trabalho têm implicações legais que atingem a vida dos pacientes. O seu reconhecimento é regido por normas e legislações específicas a fim de garantir a saúde e os direitos do trabalhador.

P ...



Cadastre-se no TrabalhosGratuitos

Cadastre-se no TrabalhosGratuitos - buscar 155.000+ trabalhos e monografias


Google+