Outras / Homem Cultura E Sociedade

Homem Cultura E Sociedade

Ensaios: Homem Cultura E Sociedade
Buscar 155.000+ Trabalhos e Grátis Artigos

Enviado por:  333333333  21 maio 2013
Tags: 
Palavras: 803   |   Páginas: 4
Visualizações: 408

Atividades›Cursos›Disciplinas›Atividades›Aulas›Web Aula›Aulas Ativ. da Disciplinas Disciplina: Disciplinas do Curso Agenda do Curso Cursos: Cursos Compactar/expandir o menu interno Wa - Adm/cco - Unidade 02 - Homem, Cultura e Sociedade

Modo de Leitura

Atividade:

910555 Wa - Adm/cco - Unidade 02 - Homem, Cultura e Sociedade

Período:01/04/13 00:00 à 10/07/13 23:59

:

Cabeçalho Progresso de Leitura:100%‹ Página Anterior12345Próxima Página ›Carregando...

Wa - Adm/cco - Unidade 02 - Homem, Cultura e Sociedade

Página 1

ADMINISTRAÇÃO

WEB AULA 2

Unidade 1 - A Explicação Antropológica da Diversidade Cultural

1. A teoria do “branqueamento”

Na tese do branqueamento reside a ideia de melhoramento genético por meio da mistura entre brancos e negros. O branco, sendo uma raça superior, seria predominante sobre a negra, garantindo a melhoria genética da prole. Havia frases do tipo “Ele é branco e belo” e “O preto é amaldiçoado por Deus”, que circulavam em todas as esferas sociais, construindo uma mentalidade preconceituosa no seio da população brasileira.

A teoria do branqueamento foi de tal forma imposta que os próprios negros passaram a ter vergonha de si mesmo desprezando suas origens.

A ideologia do branqueamento era uma espécie de darwinismo social que apostava na seleção natural em prol da “purificação étnica”, na vitória do elemento branco sobre o negro, com a vantagem adicional de produzir, pelo cruzamento inter-racial, um homem ariano plenamente adaptado às condições brasileiras (CARONE 1965, p. 16)

É a partir da miscigenação que entra em cena a figura do mulato. O fato de ser negro no Brasil trazia um estigma negativo e ser branco era sinal de que a pessoa podia ter privilégios. O espaço do mulato era um pouco melhor do que o do negro porque de alguma forma possuía um pouquinho da genética do branco e isso dava a ele o estatuto de superior aos negros e a condição de ser inferior aos brancos.

Analise no vídeo a seguir a mist

ura do preconceito com a religião

<http://www.youtube.com/watch?v=cUcMlhD9N7Y>.

Fica difícil ser negro num país assim, não é? Pare o vídeo e analise profundamente o rosto da senhora negra que está em pé. A cena captura o imaginário social desse período com muito acerto.

2. Ações afirmativas para negros no Brasil: o início de uma reparação histórica

De acordo com Gomes (2003), o racismo produz o preconceito racial, que é um julgamento negativo sobre pessoas ou grupo de pessoas que, por sua vez, gera a discriminação racial pode ser entendida como o racismo na prática.

Para a autora, o preconceito teoriza e a discriminação executa.

Atividades›Cursos›Disciplinas›Atividades›Aulas›Web Aula›Aulas Ativ. da Disciplinas Disciplina: Disciplinas do Curso Agenda do Curso Cursos: Cursos Compactar/expandir o menu interno Wa - Adm/cco - Unidade 02 - Homem, Cultura e Sociedade

Modo de Leitura

Atividade:

910555 Wa - Adm/cco - Unidade 02 - Homem, Cultura e Sociedade

Perí ...



Cadastre-se no TrabalhosGratuitos

Cadastre-se no TrabalhosGratuitos - buscar 155.000+ trabalhos e monografias