Trabalho Completo \\\\\: SÍNTESE COMENTADA DOS MÉTODOS USADOS NAS CRECHES DO FILME “A CRECHE DO PAPAI”.

\\\\\: SÍNTESE COMENTADA DOS MÉTODOS USADOS NAS CRECHES DO FILME “A CRECHE DO PAPAI”.

Imprimir Trabalho!
Cadastre-se - Buscar 155 000+ Trabalhos e Monografias

Categoria: Outras

Enviado por: ligiang 14 abril 2013

Palavras: 618 | Páginas: 3

O filme de comédia A creche do papai, estrelado pelo ator Eddie Murphy, conta a história de dois publicitários, Charlie e Phil, grandes amigos, que de uma hora para a outra são demitidos da empresa em que trabalhavam.

Se vendo na situação de desempregado, Charlie percebe que não poderá pagar a creche luxuosa e cara em que seu filho estava matriculado, e tem dificuldades em encontrar outra instituição com a qualidade mínima necessária, e se junta a Phil abrindo uma creche.

A antiga creche do filho de Charlie é rígida, bem organizada, que não tolera nenhum tipo de desvios do que é considerado padrão de comportamento e inteligência. Ela oferece educação em quatro idiomas diferentes e é considerada por todo o exemplo de instituição, mas, apesar de oferecer muitos atrativos para os alunos, não realiza um planejamento e nem projetos focando de fato em quem são seus alunos. Existe uma padronização do comportamento que as crianças devem exercer o que prejudica o desenvolvimento dos alunos, já que cada aluno está criando sua personalidade e sua identidade. Além disso, a escola parece não respeitar o tempo de cada criança, facilitando a situação ao rotula-las como desajustadas ao padrão elevado da escola, e induzindo os pais a procurarem outra instituição de ensino para seus filhos. A escola não procura ouvir e ver suas crianças, entender seus gostos e desejos, conhecer suas famílias e cultura. Não há um investimento emocional para com a criança, ela é encarada como um homúnculo, um adulto em miniatura. Isso dificulta o desenvolvimento de um projeto eficaz, já que as crianças precisam gostar de experimentar para absorver conhecimentos de maneira natural.

Já na creche do Charlie, a princípio, três homens sem nenhum conhecimento pedagógico começam a cuidar de crianças. Claro que no início tudo é uma grande bagunça, e eles acham que nunca darão conta, mas sem perceber, eles começam a querer conhecer aquelas crianças e realizar atividades (brincadeiras) que elas de fato gostem e se divirtam. Como nessa idade a criança deseja o brincar mais do que tudo, e a recreação é um dos pontos fundamentais de uma proposta educacional pedagógica começam a se afeiçoar e a se desenvolverem junto com os três homens da casa. “Pela atividade lúdica, pelo exercício das atividades espontâneas, as crianças entram em contato com o ambiente e se torna mais objetiva e observadora; aprende a manipular os objetos, desenvolve o equilíbrio e a habilidade neuromuscular” (Vieira, 1986, p.170).

Charlie e seus amigos, ao contrário da creche da Sra. Harridan, usavam métodos lúdicos e espontâneos a partir da vivencia natural e experiências com o ambiente, valorizando o envolvimento afetivo entre as crianças e o professor, como também atendendo as necessidades cognitivas e emocionais, pois elas aprendem mais quando estão em um ambiente cheio de cuidados e preocupação com sua identidade, como aconteceu no filme. As crianças puderam se desenvolver mais, pois a preocupação dos três moços era diretamente com aquela criança, e não apenas com um currículo oferecido. Eles entenderam que não bastavam oferecer muitas opções aparentemente importantes na visão do adulto sem conhecer de fato aquela criança e suas vontades e fizeram dessa descoberta um meio para favorecer o bom desenvolvimento das crianças.

No final do filme, quando Charlie resolve voltar com a Creche do papai, ele percebe o quanto as crianças se desenvolveram começam a enumerar as coisas que foram capazes de aprender na creche do papai, e que não conseguiam aprender na escola da Sra. Harridan.

Esse filme se trata de uma ficção, e sabemos que não é assim que acontece na realidade das creches brasileiras, mas se nós como educadores, seguíssemos os métodos positivos utilizados na creche do papai, talvez alcançaríamos uma boa qualidade de educação infantil dentro de nossa realidade.