Trabalho Completo ATPS CONTABILIDADE GERAL

ATPS CONTABILIDADE GERAL

Imprimir Trabalho!
Cadastre-se - Buscar 155 000+ Trabalhos e Monografias

Categoria: Negócios

Enviado por: rebeck 20 setembro 2013

Palavras: 4662 | Páginas: 19

POLO UNIVERSITÁRIO DE SÃO JOSÉ DOS CAMPOS- UNIDERP

ADMINISTRAÇÃO – 3º SEMESTRE DE 2013

ATPS-CONTABILIDADE GERAL

SUMÁRIO

ETAPA 1------------------------------------------------------------------------------------------03

Balanço Patrimonial e Demonstração do resultado do exercício da empresa fictícia INOVAÇÂO E DESAFIO COM LTDA

1.1 – Passo 01 ----------------------------------------------------------------------------------03

1.2 – Passo 02 ----------------------------------------------------------------------------------04

1.3 – Passo 03 ----------------------------------------------------------------------------------06

1.4 – Passo 04 ----------------------------------------------------------------------------------07

ETAPA 2 -----------------------------------------------------------------------------------------12

Estruturar o Balanço Patrimonial da Empresa

2.1 – Passo 01 ----------------------------------------------------------------------------------12

2.2 – Passo 02 ----------------------------------------------------------------------------------12

2.3 – Passo 03 ----------------------------------------------------------------------------------13

ETAPA 3 -----------------------------------------------------------------------------------------16

Elaboraçãodo Balanço Patrimonial

ETAPA 4 ------ ----------------------------------------------------------------------------------18

Plano de Contas

4.1- Introdução----------------------------------------------------------------------------------20

Referencia Bibliografias-----------------------------------------------------------------------23

ATPS CONTABILIDADE GERAL

ETAPA -1

Passo 1 - Considerando que, na tabela 1, as maiorias das contas encontram-se classificadas incorretamente, reorganize corretamente as contas da empresa Inovação & Desafio. Com. Ltda em bens, direitos e obrigações; a tabela se encontra no endereço <http://docs.google.com/Doc?docid=0ASARonPFF2EZZDQ0d3ZoZF85Zjd0YmY0Znc&hl=en>Acesso em: 27 out. 2011.

Segue abaixo a tabela devidamente organizada.

A-D-O | CONTAS | VALOR (R$) |

B | Caixa | 6.000 |

B | Imóveis | 185.000 |

B | Instalações | 40.000 |

B | Veículos | 75.000 |

B | Estoques-Mercadorias | 280.000 |

B | Móveis e Utensílios | 43.000 |

B | Terrenos | 50.000 |

B | Estoques –Material Escritórios | 8.500 |

B | Computadores e periféricos | 25.000 |

B | Estoques-Material de Limpeza | 1.200 |

B | Material de Embalagem | 7.000 |

B | Marcas e Patentes | 15.600 |

D | Banco conta movimento | 250.000 |

D | Duplicatas é receber | 380.000 |

D | Títulos á receber | 15.000 |

D | Diferido | 25.000 |

D | Aplicações Financeiras de Curto Prazo | 24.000 |

D | Impostos á recuperar | 70.000 |

D | Gastos de constituição | 145.500 |

D | Despesas Pagas antecipadamente | 300,00 |

D | Adiantamento de Funcionários |60.000 |

D | Adiantamento a Fornecedor | 127.500 |

O | Fornecedores | 480.000 |

O | Contas a pagar | 55.000 |

O | Aluguéis a pagar | 3.000 |

O | Seguros á pagar | 4.000 |

O | Energia elétrica a pagar | 800,00 |

O | Empréstimos a pagar | 150.000 |

O | Impostos e taxas a recolher | 101.000 |

A=ATIVO D=DIREITO O=OBRIGAÇÕES

Passo 2 - Classifique os bens em: bens de uso, Bens de Consumo, Bens de Troca, Bens Intangíveis. Defina seus valores totais e defina seus valores específicos;

Conceito:

Bens: Tudo que pode ser avaliado economicamente e que satisfaça necessidade da empresa operacionalmente ou com objetivo de gerar ganhos.

Bens de Consumo: são aqueles diretamente utilizados para a satisfação das necessidades humanas. Podem ser duráveis, usados por muito tempo, como os móveis, os eletrodomésticos, ou não duráveis, desaparece uma vez utilizados, como alimentos, cigarro.

Bens de Uso: Representam os bens duráveis, que normalmente são utilizados na operacionalidade da empresa, como: imóveis, veículos, máquinas, instalações, equipamentos, móveis e utensílios.

Bens de Troca: é tudo o que disponibilizamos para a permita (troca), podendo ser moeda, um bem (mercadorias), um serviço, desde que tenha algum valor.

Bens Intangíveis: Não possuem existência física, porém, representam umas aplicações de capital indispensável aos objetivos sociais, como marcas e patentes, fórmulas ou processos de fabricação, direitos autorais, autorizações ou concessões, ponto comercial, fundo de comércio, benfeitorias em prédios de terceiros, pesquisas e desenvolvimento de produtos, custos de projetos técnicos, despesas pré-operacionais, pré-industriais,

de organização, de empresas.

Classificação dos bens em: Bens de Uso; Bens de Consumo; Bens de Troca; Bens Intangíveis.

Classificação | Contas | Valor (R$) |

Bens de Troca | Caixa | 6.000 |

Estoque | Mercadoria | 280.000 |

Valor específico: R$ 286.000.00 |

Classificação | Contas | Valor (R$) |

Bens de Uso | Imóveis | 185.000 |

| Instalações | 40.000 |

| Veículos | 75.000 |

| Movéis e Utensílios | 43.000 |

| Terrenos | 50.000 |

| Computadores e periféricos | 25.0000 |

Valor Específico: R$ 418.000,00 |

Classificação | Contas | Valor (R$) |

Bens de Consumo | Estoque-Material Escritório | 8.500 |

| Estoque Material Limpeza | 1.200 |

| Material de Embalagem | 7.000 |

Valor Específico: R$ 16.700,00 |

Classificação | Contas | Valor (R$) |

Ben intangível | Marcas e Patentes | 15.600 |

Valor Total dos Bens: R$ 736.300.00 |

PASSO 3

Determine o valor do Patrimônio Líquido da empresa e descreva em qual a situação patrimonial a empresa se encontra:

PASSIVO | Valor R$ |

Fornecedores | 480.000 |

Contas á pagar | 55.000 |

Aluguéis á pagar | 3.000 |

Seguros á pagar | 4.000 |

Energia elétrica á pagar | 800 |

Empréstimo á pagar | 150.000 |

Impostos e taxas á recolher | 101.000 |

PL | 1.039.800 |

| |

ATIVO | VALOR R$ |

Caixa | 6.000 |

Imóveis | 185.000 |

Instalações | 40.000 |

Veículos | 75.000 |

Estoques de mercadoria | 280.000 |

Moveis e utensílios | 43.000 |

Terrenos | 50.000 |

Estoques de material de escritório | 8.500 |

Computadores e periféricos | 25.000 |

Estoques de materiais de limpeza | 1.200 |

Material de embalagem | 7.000 |

Marcas e patentes | 15.600 |

TOTAL DE BENS | 736.300 |

Banco conta movimento | 250.000 |

Duplicatas á receber | 380.000 |

Títulos á receber | 380.000 |

Diferido | 25.000 |

Aplicações financeiras de curto prazo | 24.000 |

Impostos á recuperar | 70.000 |

Gastos de constituição | 145.500 |

Despesas pagas antecipadamente | 300 |

Adiantamento á fornecedores | 127.500 |

Adiantamento á funcionários | 60.000 |

TOTAL DE DIREITOS | 1.097300 |

TOTAL DE ATIVOS | 1.833.600 |

PL= 736.300+1.097.300-793.800

PL=1.039.800

SITUAÇÃO LIQUIDA POSITIVA ATIVO >PASSIVO EXIGÍVEL

A empresa Inovação & Desafio Com. Ltda., apresentou a Situação líquida patrimonial de R$ 1.039.800, portanto a riqueza líquida dessa empresa é positiva.

PASSO 4

Encontrem nos jornais, de grande circulação, balanços publicados com a mesma situação líquida da Inovação & Desafio Com.Ltda. sites para consultar:

* BMF & BOVESPA. Disponível em: WWW.bmfbovespa.com.br. Acesso em 05 dez 2010.

* Comissão de valores mobiliários. Disponível em: WWW.cvm.gov.br. Acesso em 05 dez. 2010

* Imprensa Nacional. Disponível em: WWW.dou.gov.br . Acesso em 05 dez.2010.

A BM&FBOVESPA divulgou o balanço de operações de fevereiro. Os destaques do mês foram:

• Balanço passa a incluir remuneração a acionistas (dividendos e juros sobre capital próprio)

• Segmento Bovespa registra recordes de média diária de volume financeiro e de número de negócios

• Volume financeiro de Fundos de Investimento Imobiliário (FII) salta de R$ 70,46 milhões para R$ 309,36 milhões

• Estoque de títulos do agronegócio registrados na Bolsa cresce de R$ 9,85 bilhões

para R$ 10,75 bilhões

Em fevereiro de 2012, as empresas listadas na BM&FBOVESPA pagaram a seus acionistas R$ 2,75 bilhões. Desse montante, R$ 2,21 bilhões referem-se a pagamento de juros sobre capital próprio e R$ 390,75 milhões a dividendos. Em janeiro de 2012, os valores pagos foram de R$ 1,61 bilhão no total, sendo R$ 137,27 milhões em juros sobre capital próprio e R$ 326,49 milhões em dividendos.

O volume financeiro total no segmento Bovespa atingiu R$ 157,36 bilhões, em fevereiro, ante R$ 132,26 bilhões, em janeiro de 2012. A média diária alcançou recorde histórico de R$ R$8.282,37 milhões, superando os R$ R$7.777,83 milhões registrados em outubro de 2010. Em janeiro, a média diária foi de R$ 6,29 bilhões.

O número total de negócios atingiu 15.211.530 em fevereiro, enquanto em janeiro foi de 14.674.699. A média diária alcançou o recorde histórico de 800.607, ultrapassando a marca anterior de 705.855, registrada em agosto de 2011. Em janeiro, a média diária ficou em 698.795 negócios.

Em fevereiro, os Fundos de Investimento Imobiliários (FII) movimentaram R$ 309,36 milhões em 9.568 negócios. No mês anterior, o volume financeiro registrado foi de R$ 70,46 milhões, em 9.038 negócios. O mês de fevereiro encerrou com 69 fundos imobiliários registrados e autorizados a negociação nos mercados de bolsa e balcão da BM&FBOVESPA.

O estoque de títulos do agronegócio registrados na BM&FBOVESPA totalizou R$ 10,75 bilhões, ante R$ 9,85 bilhões, em janeiro, somando todas as operações realizadas no Sistema de Registro de Títulos do Agronegócio (SRTA). O estoque de LCAs (Letra de Crédito do Agronegócio) totalizou R$ 9,20 bilhões, ante R$ 8,40

bilhões, em janeiro.

PASSIVO |

Circulante | 1.324.330,00 |

Fornecedores | 680.000,00 |

Contas a pagar | 105.000,00 |

Impostos e taxas a recolher | 209.000,00 |

Seguros a pagar | 7.500,00 |

Energia elétrica a pagar | 1.230,00 |

Empréstimos a pagar | 315.600,00 |

Aluguéis a pagar | 6.000,00 |

| |

PASSIVO-NÃO CIRCULANTE |

| |

Patrimônio líquido | 1.231.520,00 |

Capital social | 1.000.000,00 |

Reservas de lucros | 231.520,00 |

Total | 2.555.850,00 |

ATIVO |

Circulante | 1.595.750,00 |

Caixa | 12.000,00 |

Banco conta movimento | 500.000,00 |

Aplicacões financ. Curto prazo | 27.000,00 |

Adiantamento funcionário | 120.000,00 |

Adiantamento fornecedor | 115.500,00 |

Duplicatas a receber | 180.000,00 |

Títulos a receber | 30.000,00 |

Impostos a recuperar | 85.000,00 |

Estoque-mercadorias | 490.000,00 |

Estoque- materiais escritório | 17.000,00 |

Estoque- material limpeza | 2.550,00 |

Material para embalagem | 16.000,00 |

Despesas antecipadas | 700 |

| |

Não-circulante | 960.100,00 |

Imobilizado | |

Imóveis | 275.000,00 |

Instalações | 80.000,00 |

Veículos | 145.000,00 |

Móveis e utensílios | 86.000,00 |

Terrenos | 100.000,00 |

Computadores e periféricos | 37.000,00 |

| |

Intangível | |

Marcas e patentes | 71.600,00 |

Pesquisa e desenvolvimento | 165.500,00 |

| |

TOTAL2.555.850,00 |

| |

O Montante do Capital Próprio da empresa é R$ 1.231.520,00.

Mudanças na Lei 11.638/07

Cabe ressaltar nesse momento, alguns pontos considerados por nós de grande relevância as principais alterações produzidas pela

Lei nº 11.638/07, dentre as quais destacamos logo a seguir:

As companhias deverão informar através de Notas Explicativas, nas demonstrações financeiras encerradas em 31 de dezembro de 2007, os eventos mencionados na nova Lei, que terão reflexos no exercício de 2008, e demais efeitos relevantes sobre o patrimônio dos exercícios de 2007 e 2008.

Substituição da Demonstração das Origens e Aplicações de Recursos – DOAR, pela Demonstração dos Fluxos de Caixa – DFC (art. 176, IV).

A Demonstração de Valor Adicionado – DVA, passa a ser obrigatória, no conjunto das demonstrações financeiras, no que concerne a sua elaboração e divulgação (art. 176, V).

Segregação entre a forma de escrituração mercantil e a contábil, desde que após a apuração do lucro para efeito de tributação, sejam realizados os ajustes necessários, para que as demonstrações financeiras sejam elaboradas de acordo com a Lei nº 6.406/76 e os Princípios Fundamentais de contabilidade. Essas demonstrações deverão ser auditadas por auditores independentes, devidamente registrados na CVM, conforme art. 177, § 2º, II – da Lei 11.638/07.

Criação de 02 (dois) novos grupos de contas, conforme art. 178.

RELATORIO

O Balanço Patrimonial é composto por vários componentes, o primeiro é o Ativo, depois vem o Passivo e por último o patrimônio líquido. Este é essencial para a análise financeira.

O Ativo é composto pelos bens da empresa, é o valor o qual representa os direitos sobre reais da instituição. Dentro do ativo se encontra o ativo circulante, os quais são bens que podem ser convertidos em dinheiro em curto prazo, geralmente como base um ano. Ainda no ativo, obtém o ativo permanente,

os quais são os bens que a instituição não perde como títulos, marcas, ações. O Ativo permanente também é dividido em duas partes, no caso destes são chamados de bens intangíveis (marcas, patentes, ações e etc). Ainda dentro do ativo permanente existem os bens concretos, como terrenos, prédios etc, estes são os bens tangíveis.

E por último temos o Ativo Diferido, o qual são bens que usufruímos para o desenvolvimento tecnológico da empresa.

O Passivo é outro componente do Balanço Patrimonial, este é composto de todas as obrigações e dívida da empresa então corresponde ao saldo devedor da instituição. Dentro do passivo existem vários componentes, o passivo circulante inclui todas as contas que refletem dívidas ou obrigações que a entidade econômica deve eliminar no próximo ano como contas a pagar e impostos a pagar. Já o Passivo em longo prazo, são as dívidas e obrigações que deverão ser pagas ou realizadas a um prazo a mais de um ano, como financiamentos, empréstimos etc. Ainda no Passivo temos os resultados de exercícios futuros neste é incluso os valores qual a empresa venha a receber antecipadamente, como um aluguel de um prédio ou um adiantamento de um cliente.

Patrimônio Líquido é a diferença encontrada entre o Ativo e o Passivo, este é o valor em que a empresa tem em um determinado momento. Este é dividido em partes, como Capital Social, Reservas de Capital, Reservas de Reavaliação, reservas de lucros e lucros e prejuízos.

Portanto é o fator o qual mede a riqueza financeira.

ETAPA 2

INOVAÇÃO &DESAFIO COM LTDA

Passo 1 e 2

Balanço patrimonial e reserva de lucros |

Caixa | 6.000 |

Banco conta movimento | 250.00 |

Aplicação financeira

de custo prazo | 24.000 |

Credito | |

Duplicata a receber | 380.000 |

Imposto a recuperar | 70.000 |

Titulo a receber | 15.000 |

Outros créditos | |

Adiantamento ao fornecedor | 127.500 |

Adiantamento a funcionário | 60.000 |

Estoque | |

Estoque de mercadoria | 280.000 |

Material de escritório | 8.500 |

Material de limpeza | 1.200 |

Material de embalagem | 7.000 |

Realizável em longo prazo | |

Realizações | |

Titulo a receber | 15.000 |

Total do ativo circulante R$1229.200 |

Não circulante | |

Imobilizado | |

Bens de uso | |

Imóveis | 185.000 |

Instalações | 40.000 |

Veículos | 75.000 |

Moveis e utensílios | 43.000 |

Terrenos | 50.000 |

Computadores e periférico | 25.000 |

Intangível | |

Marcas e patentes | 15.6000 |

Total do ativo não circulante R$43.6000 |

| Deferido | 25.000 |

| Despesa a pagar antecipadamente | 300 |

| Gasto de contribuição | 145.500 |

Total do deferido R$170.800 |

Passivo circulante | Obrigação | |

| Obrigações | |

| Fornecedor | 480.000 |

| Contas a pagar | 55.000 |

| Alugueis a pagar | 3.000 |

| Seguro a pagar | 4.000 |

| Energia elétrica | 800 |

| Impostos e taxas a recolher | 101.000 |

Total do passivo circulante R$793.800 |

PL | | 1039.600 |

Total do passivo R$1.833.800 |

(-) Reserva de lucros | | 89.500 |

Capital social | | 950.300 |

| | |

TOTAL DO ATIVO R$1.833.600 |

TOTAL DO PASSIVO R$1.833.600 |

PASSO 03

Verificado ó balanço patrimonial publicado e recolhido na etapa1 e identificado.

Sua estrutura atende a lei no. 11638/07e lei11. 941/09, antiga mp449/08. Não atende e invalida deixaram de existir

os grupos e contas que sofrerão modificações foram

Ativo:

O ativo passou a ter somente dos grupos de contas: ativo circulante e não- circulante

O grupo permanente deixou de existir. O ativo realizável em longo prazo (ARLP) de grupos, virou subgrupo deferido, que tinha a finalidade de contabilizar as despesas iniciais na implantação das empresas, e diluir em exercício posteriores, os gasto necessários na sua reorganização. O subgrupo do ativo deferido foi extinto com a edição da MP n 44/08, que acrescentou o art299-. A à lei n 6.404/76 (lei das S/A).

PASSIVO:

Os grupos do passivo exigível em longo prazo (PELP) foi substituído pelo passivo não circulante, portanto todas as obrigações das empresas cujo vencimento seja após o exercício seguintes deverão ser classificado como não circulante. Os grupos extinto resultado do exercício futuro, famoso ¨ref ¨, era previsto na lei das S/A, para classificar as contas que representa recebimentos de receita a que ainda seriam realizadas (receita antecipada) ,atendendo o principio da competência com base no documento do pronunciamento conceitual básico do comitê pronunciamento contábeis

(CPC) que fale sobre ativo, passivo e patrimônio liquido.

Balanço patrimonial: e a demonstração contábil destinada a evidenciar, qualitativa e quantitativamente, em determinada data, a posição patrimonial e financeira da entidade. Os elementos diretamente relacionado com a mensuração da posição patrimonial financeiras são ativo passivo e patrimônio liquido. Ativo e um recurso controlado pela entidade como resultado de evento passado e do qual se espera que resultem futuros beneficio econômico e o seu potencial em contribuir,

direta ou indiretamente, para o fluxo de caixa ou equivalente de caixa para entidade.

Tal potencial poderá ser produtivo, quando os recursos for parte integrante das atividades operacionais da entidade. Poderá também ter forma de conversibilidades em caixa ou equivalente a caixa ou poderá ainda ser capaz de reduzir as saída de caixas, como na caso de um processo individual alternativo que reduza os custo de produção.os benefícios econômicos futuros de um ativo podem fluir para a entidade diversas maneiras .por exemplo ,um ativo pode ser:

(A) usando isoladamente ou em conjunto com outro ativo na produção de mercadoria e serviço a serem vendido pela entidade;

(B) trocada por outros ativos;

(C) usado para liquidar um passivo; ou

(D) distribuir aos proprietários da entidade.

Os ativos de uma entidade resulta de transação passadas ou outras eventos passados.

As entidades normalmente obtêm gerar ativos; por exemplo: um imóvel recebido do governo como parte de um programa para fomentar o crescimento econômico da região onde se localiza a entidade ou a descoberta de jazidas minerais transações ou evento previsto para ocorrer no futuro não podem resultar , por si mesmo, no reconhecimento de ativo; por isso o, por exemplo , intenção de adquirir estoques não atende ,só por si só, à definição de um novo ativo.

Passivo:

E uma obrigação presente da entidade, derivada de eventos já ocorrido, cuja liquidação se espera que resulte em saída de recursos capaz de gerar benefícios econômicos.

As obrigações podem ser legalmente exigíveis em consequência de um contrato ou de requisitos estatuários. Esse e normalmente o caso, por exemplo, das contas a

pagar por mercadorias e serviços recebidos.

Obrigações surgem também de praticas usuais de negócios, usos e costumes e o desejo de manter boas relações comercias ou agir de maneira equitativa. As obrigações novamente surgem somente quando o ativo e recebido ou entidade assina um acordo irrevogável de aquisição do ativa. Neste ultimo caso, a natureza irrevogável do acordo significa que as c consequência econômica de deixar de cumprir a obrigação ,por exemplo causa da existência de uma penalidade significativa , deixem a entidade com pouca ou nenhuma alternativa para evitar o desembolso de recursos em favor da outra parte.

A extinção de uma obrigação presente pode ocorrer de diversas maneiras, por exemplo: por meio de (A) pagamento em dinheiro.

(B) Transferência de outros ativos

(C) prestação de serviço

(D) substituição das obrigações por outras; ou.

(E) conversão das obrigações em capital

Patrimônio liquido:

E o valor residual dos ativos da entidade depois de deduzidos todos os seus passivos.

O valor pelo qual o patrimônio liquido e apresentado no balanço patrimonial depende da mensuração dos ativos e passivos . Normalmente, o valor do patrimônio liquido somente por coincidência e igual ao valor de mercado das ações

Da entidade ou da soma que poderia ser obtida pela venda dos seus ativos e liquidação de seus passivos

Numa base de item por item, ou da entidade como um todo, numa base de continuidade operacional.

O patrimônio liquido se compõem de :

(A) capital: são os valores aportados pelos titulares, sócio ou acionista e os decorrentes incorporação de reserva e lucros.

(B) Reserva de capital: são contribuições de acionista por

ágio na subscrição de ação alienação

De parte beneficiarias e bônus de subscrição e outros valores previsto na legislação societária;

Ajuste de avaliação patrimonial: são contrapartidas de aumento ou diminuição de valores atribuídos a elementos do ativo e do passivo,em decorrência de sua avaliação

O valor justo nos casos previsto na legislação societária, enquanto não computados no resultado em obediência ao regime de competência;

(d) reserva de lucro: são parcelas de lucro destinada a reserva por determinação legal ou estatutária

(e) ação em tesouraria: são valores correspondente a ações da própria entidades, por esta adquirida, para posterior destinação apresentados como parcelas redutoras do patrimônio líquidos:

(F) prejuízo acumulados: são prejuízo ainda não compensados, apresentado como parcela redutoras líquidos

Etapa 3

(Tabela 2) – em 20/08/2009

Inovação & Desafio Com. Ltda

Não é conta de resultado (x) | Contas | Valor (R$) |

X | Fornecedores | 480.000,00 |

X | Vendas de mercadorias | 600.000,00 |

X | Estoque inicial de mercadorias | 280.000,00 |

X | Compras de mercadorias | 120.500,00 |

X | Empréstimos a pagar | 150.000,00 |

| Outras receitas | 350.250,00 |

| Total da Receita Bruta | 1.980.750,00 |

X | Devoluções de vendas | 5.670,00 |

X | Contas a pagar | 55.000,00 |

X | Abatimentos s/ vendas | 5.900,00 |

X | Estoque final de mercadorias | 210.600,00 |

| Outras despesas | 90.750,00 |

| Despesa de provisão para imposto de renda pessoa jurídica | 80.400,00 |

| Despesas pagas antecipadamente | 300,00 |

| Despesa com salários | 45.800,00 |

| Outras despesas operacionais |

15.950,00 |

| Despesas financeiras | 23.000,00 |

| ICMS sobre vendas | 72.000,00 |

| Despesas com publicidade & propaganda do mês | 35.000,00 |

| Despesa com energia elétrica da loja | 800,00 |

| Despesas de juros | 47.090,00 |

| Despesa de aluguel | 5.500,00 |

| Total da Despesa Bruta | 693.760,00 |

| Resultado CMV Liquida | 1.286.990,00 |

Receitas: A Receita corresponde, em geral, á venda de mercadorias à prestação de serviços. A receita reflete – se no Balanço por meio da entrada de dinheiro no Caixa (quando a prazo), representada por Duplicatas a Receber. A Receita sempre aumenta o Ativo.

Bibliografia: FAHL, Alessandra Cristina, MARION, José Carlos – PLT Contabilidade Financeira, 2011 Anhanguera Publicações LTDA.

Lucro bruto: É a diferença entre o Resultado Líquido Das Vendas e o Custo Das Mercadorias Vendidas ou Serviços Prestados.

Bibliografia: FAHL, Alessandra Cristina, MARION, José Carlos – PLT Contabilidade Financeira, 2011 Anhanguera Publicações LTDA.

Lucro liquido: é o resultado do lucro bruto, depois de deduzidas a reserva legal, as reservas estatutárias e a reserva para imposto de renda, e , se for o caso, a reserva para manutenção do capital de giro próprio. Equivalem ao lucro bruto menos as deduções de imposto de renda e de outras taxas que a empresa tenha que pagar.

Site: http://www.manualdepericias.com.br/segurosTermos.asp 17/04/12

Lucro operacional: As despesas operacionais admitidas são as usuais ou normais no tipo de transações, operações ou atividades da empresa, intrinsecamente relacionadas com a produção ou comercialização dos bens e serviços.

Essas despesas operacionais devem,

ainda, estar devidamente suportadas por documentos hábeis e idôneos a comprovarem a sua natureza, a identidade do beneficiário, a quantidade, o valor da operação etc.

A escrituração do contribuinte cujas atividades compreendam a venda de bens ou serviços deve discriminar o lucro bruto, as despesas operacionais e os demais resultados operacionais.

O lucro operacional é igual às receitas totais das operações menos os respectivos custos totais.

ETAPA 4

Plano de Contas - INOVAÇÃO & DESAFIO COM Ltda.

Plano de Contas - Receitas: decorrem da venda de bens e da prestação de serviços, pode ser considerada como receita bruta e receita liquida.

Receita bruta é o total do bruto vendido no período, estão inclusos os impostos sobre as vendas, não foram subtraídas as devoluções nem os abatimentos do período

Receita liquida é a receita de vendas, sem impostos incidentes no decorrer do período.

Lucro Bruto é a diferença entre a venda de mercadorias e custo dessas mercadorias vendidas, sem considerar as despesas administrativas, de vendas e financeiras.

Lucro Operacional é obtido através da diferença entre o lucro e as despesas operacionais

Lucro liquido é a sobra pertencentes aos proprietários (ou à entidade). Após a apuração do lucro depois do imposto de renda, passe a dedução das participações, previstas nos estatutos: de debêntures, de empregados, de administradores e das contribuições para instituições ou fundos de assistência ou previdência de empregados.

Após essa deduções, encontra-se o lucro liquido que é a sobra liquida à disposição dos sócios ou acionistas.

ATIVO |

Ativo Circulante |

Disponível |

Caixa |

Banco Conta Movimento |

Créditos |

Cliente |

Duplicatas a Receber |

Títulos a Receber |

|

Estoque |

Estoques |

Mercadoria |

Material de Embalagem |

Materiais de Escritório |

Material de Limpeza |

Aplicação em Recursos em Despesa |

Despesas Pagas Antecipadas |

Não Circulante |

Imobilizado |

Bens de Uso |

Terreno |

Imóveis |

Instalações |

Moveis e Utensílios |

Computadores e Periféricos |

Veículos |

|

Intangível |

Marcas e Patentes |

PASSIVO |

Circulante |

Obrigações com Fornecedores |

Fornecedores |

Contas a Pagar |

|

Obrigações Fiscais |

Tributos e Contribuições a Recolher |

Impostos e Taxas a Recolher |

Outras Obrigações |

Outras Obrigações |

Alugueis a Pagar |

Seguros a Pagar |

Energia Elétrica a Pagar |

Empréstimos a Pagar |

|

Introdução

O intuito do nosso trabalho é verificar se o balanço patrimonial da empresa Inovação & Desafio Com.Ltda, está estruturado de acordo com as novas normas contábeis, conforme a Lei 11.941/09.

Para isso fizemos uma classificação dos nossos bens de uso, consumo, troca e intangíveis, onde apuramos os valores e a situação em que a empresa se encontra em 20/08/2010

(Encontrado esporadicamente na Internet, através de consulta ao

B - D - O - PL | Contas | Valor | Bem |

B | Caixa | 12.000,00 | Bem de Troca |

B | Banco Conta Movimento | 500.000,00 | Bem de Troca |

O | Fornecedores | 680.000,00 | |

B | Imóveis | 275.000,00 | Bem de Uso |

D | Duplicatas a Receber | 180.000,00 | Bem de Troca |

O | Contas a Pagar | 105.000,00 | |

D | Titulos a Receber | 30.000,00 | Bem de Troca |

B | Instalações | 80.000,00 | Bem de Uso |

B | Veículos |

145.000,00 | Bem de Uso |

B | Estoque - Mercadorias | 490.000,00 | Bem de Troca |

B | Móveis e Utensílios | 86.000,00 | Bem de Uso |

B | Terrenos | 100.000,00 | Bem de Uso |

B | Estoque - Materiais de Escritório | 17.000,00 | Bem de Consumo |

O | Aluguéis a Pagar | 6.000,00 | |

O | Impostos e Taxas a Recolher | 209.000,00 | |

PL | Capital Social | 1.000.000,00 | |

O | Seguros a Pagar | 7.500,00 | |

B | Computadores e Periféricos | 37.000,00 | Bem de Uso |

D | Adiantamentos a Funcionários | 120.000,00 | |

B | Estoques - Material de Limpeza | 2.550,00 | Bem de Consumo |

O | Energia Elétrica a Pagar | 1.230,00 | |

D | Aplicações Financeiras a Curto Prazo | 27.000,00 | |

D | Adiantamento ao Fornecedor | 115.500,00 | |

B | Material de Embalagem | 16.000,00 | Bem de Consumo |

O | Empréstimos a Pagar | 315.000,00 | |

D | Impostos a Recuperar | 85.000,00 | |

B | Marcas e Patentes | 71.600,00 | Bem Intangível |

B | Pesquisa e Desenvolvimento - Gasto Incorrido | 165.500,00 | Bem Intangível |

B= BENS D= DIREITOS O=OBRIGAÇÕES PL= PATRIMONIO LIQUIDO

ESTRUTURAR AS CONTAS DO BALANÇO EM CIRCULANTE E NÃO CIRCULANTE

Ativo Circulante | Valor R$ |

Caixa | 12.000,00 |

Banco Conta Movimento | 500.000,00 |

Duplicatas a Receber | 180.000,00 |

Títulos a Receber | 30.000,00 |

Aplicações Financeiras a Curto Prazo | 27.000,00 |

Adiantamentos a Funcionários | 120.000,00 |

Adiantamento ao Fornecedor | 115.500,00 |

Estoque - Mercadorias | 490.000,00 |

Estoque - Materiais de Escritório | 17.000,00 |

Estoques - Material de Limpeza | 2.550,00 |

Material de Embalagem | 16.000,00 |

Despesas Pagas Antecipadamente | 760,00 |

Total Ativo Circulante | 1.510.810,00 |

Ativo Não Circulante | |

Computadores e Periféricos | 37.000,00 |

Impostos a Recuperar | 85.000,00 |

Imóveis | R$ 275.000,00 |

Instalações | R$ 80.000,00 |

Veículos | R$ 145.000,00 |

Móveis e Utensílios | R$ 86.000,00 |

Terrenos | R$ 100.000,00 |

Marcas e Patentes | R$ 71.600,00 |

Pesquisa e Desenvolvimento - Gasto Incorrido | R$ 165.500,00 |

Total Ativo Não Circulante | R$1.045.100,00 |

Total Ativo | R$2.555.910,00 |

Passivo Circulante | Valor R$ |

Fornecedores | 680.000,00 |

Contas a Pagar | 105.000,00 |

Aluguéis a Pagar | 6.000,00 |

Impostos e Taxas a Recolher | 209.000,00 |

Seguros a Pagar | 7.500,00 |

Energia Elétrica a Pagar | 1.230,00 |

Empréstimos a Pagar | 315.000,00 |

Total Passivo Circulante | 1.323.730,00 |

Passivo Não Circulante | |

PL | 660,00 |

Capital Social | 1.000.000,00 |

Reservas de Lucro | 231.520,00 |

Total Passivo Não Circulante | 1.232.180,00 |

Total Passivo | 2.555.910,00 |

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

www.bmfbovespa.com.br – Acessado em 07/04/2012

www.cvm.gov.br – Acessado em 07/04/2012

www.dou.gov.br - Acessado em 07/04/2012PLT Contabilidade Geral nºhttp://pt.wikipedia.org/wiki/Receita_%28economia%29 – Acessado em 02.04.2012

http://www.emater.df.gov.br/sites/200/229/agroinf/conceitosfinanc.pdf - Acessado em 03.04.2012

http://www.pde.com.br/conceitos_p2 - Acessado em 03.04.2012