Trabalho Completo ATPS MATEMÁTICA FINANCEIRA INTRODUÇÃO

ATPS MATEMÁTICA FINANCEIRA INTRODUÇÃO

Imprimir Trabalho!
Cadastre-se - Buscar 155 000+ Trabalhos e Monografias

Categoria: Outras

Enviado por: Sandro1980 30 setembro 2013

Palavras: 519 | Páginas: 3

Introdução

Apresentaremos as Etapas 1 e 2 da ATPS da disciplina Matemática Financeira, abordando o uso da Calculadora HP 12C e suas funções nos cálculos cotidianos que nos desafia no dia a dia, como o impacto dos juros em nossas finanças e as melhores escolhas na hora de contrair dívidas de curto, médio e longo prazos, gerando, assim, conhecimento de suma importância em nossas profissões e principalmente na administração familiar.Atividades Práticas Supervisionadas – Matemática Aplicada

Desafios propostos:

Caso A:

Na época em que Marcos e Ana se casaram, algumas dívidas impensadas foram contraídas. Vislumbrados pelo grande dia, usaram de forma impulsiva recursos de amigos a créditos pré aprovados disponibilizados pelo banco em que mantinham uma conta corrente conjunta a mais de cinco anos.O vestido de noiva de Ana bem como o terno de Marcelo foram pagos em doze vezes de R$ 256,25 sem juros no cartão de crédito.O Buffet contratado cobrou R$ 10.586,00, sendo que 25% deste valor deveriam ser pagos no ato da contratação do serviço e o valor restante deveria ser pago um mês após a contratação.Na época, o casal dispunha do valor de entrada e o restante do pagamento do Buffet foi feito por meio de um empréstimo com juros compostos, concedido por um amigo de infância do casal.O empréstimo com condições especiais (prazo e taxa de juros) se deu da seguinte forma: pagamento total de R$10.000,00 após dez meses do valor cedido pelo amigo.Os demais serviços que foram contratados para realização do casamento foram pagos de uma só vez.Para tal pagamento, utilizaram parte do limite do cheque especial que dispunham na conta corrente, totalizando um valor emprestado um valor emprestado de R$ 6893,17.Na época, a taxa de juros do cheque especial era de 7,81% ao mês.Seguindo as informações apresentadas, tem-se:

I – O valor pago por Marcelo e Ana para realização do casamento foi de R$ 19.968,17.

II – A taxa efetiva de remuneração do empréstimo concedido pelo amigo de Marcelo e Ana foi de 2, 3342% ao mês.

III – O juro do cheque especial cobrado pelo banco dentro de 10 dias, referente ao valor emprestado de R$ 6893,17, foi de R$ 358,91.

Caso B:

Marcelo e Ana pagariam mais juros se, ao invés de utilizar o cheque especial disponibilizado pelo banco no pagamento no pagamento de R$ 6893,17, o casal tivesse optado emprestar de seu amigo, a mesma quantia a uma taxa de juros compostos de 7,81% ao mês, pelo mesmo período de 10 dias de utilização.

Respostas:

Dados Caso A

Vestido e terno: 12x R$ 265,25

Total R$ 3.075,00

Buffet: R$ 10.586,00 (total)

Entrada de R$ 25% = R$ 2.646,50 no ato.

Restante em 30 dias = R$ 7.939,50 com empréstimo pago em 10x no valor final de R$10.000,00 á juros de 2,33% am.

Demais serviços: pagos em uma vez com cheque especial no total de R$ 6.893,17 com juros de 7,81% am.

10 dias = 0, 3333 mês ou 2, 6033% de juros.

Cálculos:

PV = 6.893,17 pagos em 1x

i = 7,81% am = 2, 6033% ad = 2, 6033 % em 10 dias

n = 10 dias = 0, 3333 mês

FV de R$ 7252,08?

FV correto = R$ 7.066,37

Respostas:

I = alternativa errada

II = alternativa correta

III = alternativa errada