Trabalho Completo Africa e America

Africa e America

Imprimir Trabalho!
Cadastre-se - Buscar 155 000+ Trabalhos e Monografias

Categoria: Outras

Enviado por: Gabriel 21 novembro 2011

Palavras: 2137 | Páginas: 9

...

2. JUSTIFICATIVA

A lei nº10. 639, de 9 de janeiro de 2003 altera a Lei nº9. 394, de 20 de dezembro de 1996 (LDB) em seus art.26-A e 79-B instituindo a obrigatoriedade da temática “História e Cultura Afro–brasileira”.

Em 2008 a Lei 11.645 disciplinou inteiramente a matéria tratada na 10.639, a revogou e acrescentou a obrigatoriedade da cultura indígena.

Buscando uma forma de trabalharmos esta lei de uma forma que os alunos tivessem uma participação efetiva decidimos desenvolver este projeto dando ênfase para a história do Egito (norte da África) e os engenhos de cana-de-açúcar sem esquecer de inserir no trabalho a cultura indígena, mais especificamente a Gamela com seus traços ainda presentes em São José de Ribamar

O Liceu Ribamarense trabalha este tema desde 2008 quando da implantação da lei e neste ano letivo de 2010 trabalharemos o tema em duas etapas sendo que a primeira constará de pesquisa bibliográfica e a segunda da elaboração de maquetes representando a história do Egito e da exploração do negro nos engenhos de cana-de-açúcar além de um cenário com as principais contribuições indígenas nos campos da arquitetura (pirâmides maias) ruínas de cidades (Peru), organização social e política dos Incas, desenvolvimento científico (matemática, astronomia) além da medicina fitoterápica, instrumentos de caça e pesca e prática de esportes dos Índios Gamelas (presentes em São José de Ribamar).

É nossa intenção fugir da temática que coloca o africano e o povo nativo das Américas como vítimas que “precisa de ajuda” e tentar mostrar suas características produtivas e criativas nos campos da arquitetura, astronomia, medicina, matemática e arte afastando-os da imagem criada por falsas ideologias científicas ou religiosas que os coloca como incapazes os mesmos descendentes do DIABO.

3.OBJETIVOS GERAIS:

Produzir artesanalmente um cenário representando a história do Egito e o mundo atual constituído por:

ANTIGO EGITO – Esfinge, três pirâmides, mastaba, zigurate, múmia e pedra de Roseta

MUNDO ATUAL – Estátua de São José de Ribamar, cemitério, telescópio, tubo (criogenia humana) e tela de computador com tradução dos escritos na pedra de Roseta.

CICLO DE CANA-DE-AÇÚCAR – Engenho/casa de purgar, casa grande, senzala, capela, canavial, instrumentos de tortura de escravos.

MUNDO ATUAL – fabrica de ração, mansão. casa de palha, igreja matriz e painel com história do Brasil (últimos 50 anos)

Levar os alunos a conhecer os diversos aspectos da civilização egípcia que se formou entre o 4º e 3º milênios a.C. e o processo de formação histórico de nosso país através de pesquisa em todas as áreas de conhecimento para juntos tentarmos entender as relações de trabalhos, a arte, a religião, as ciências e a inter-relação entre as diversas sociedades humanas em diversos períodos temporais assim como a contribuição do povo africano para o mundo atual.

Buscar informação a construir um mural com imagens e textos mostrando ( pode ser pintura nos muros do colégio/grafite) o grande desenvolvimento tecnológicos dos índios Maias, Astecas, Incas e Gamelas nas diversas áreas (Matemática, Astronomia, Arquitetura, Artes, Esportes e Fitoterapia).

Analisar a importância do povo africano na formação do nosso país que mesmo cativo foi responsável pela parte produtiva durante o período colonial e formou nossa base cultural e econômica.

SAÚDE – prática de limpeza corporal – pesquisar e apresentar a peça teatral sobre costumes dos nobres(faraó) outras sugestões. Saúde dos dentes, alimentação e cuidados com a beleza.

PLURALIDADE CULTURAL – Trabalhos sobre mitos e lendas ( Egito antigo e hoje), cultura indígena (GAMELAS)

ÉTICA – respeito, consciência política, dedicação aos estudos – pesquisar sobre a importância dada aos ESCRIBAS no Egito antigo e procurar desenvolver trabalho neste sentido.

4 . Objetivo por área de estudo

EDUCAÇÃO FÍSICA

Lutas, combates com vara, boxe, acrobatismo, arco e flecha, jogo de bola (boliche), equitação, cabo de guerra, dança.

Jogo de bola (Maias),Corrida com tora (Gamelas)

MATEMÁTICA

Fundamentos da aritmética e da geometria,soma, subtração e divisão, areado círculo; equação linear, quadrado mágica. Unidades de medida, número de ouro.

PORTUGÊS

Linguística (paleografia e filosofia), transição do tupi guarani para o português (marquês de Pombal 1757), transição do idioma egípcio para o árabe (domínio muçulmano), poemas egípcios.

Herança linguística africana

INGLÊS

Interpretação e tradução de uma língua

ARTE

Lei da frontalidade, baixo relevo, pinturas escritas

CIÊNCIAS

Curtição de peles, mumificação, faiança, pez, cosméticos, papiro.

Produção de bebidas como tequila (fermentação)

Conservação de alimentos (produção de sal)

Contribuição africana na metalurgia (fundição de metais, ligas)

GEOGRAFIA

Física e geopolítica, aspectos de defesa natural no Egito (deserto nos flancos e mar na frente).

Aspectos físicos da África

Cuidado com o meio ambiente nas comunidades indígenas

FILOSOFIA

Existencialismo, vida e morte, BA e KA

RELIGIÃO

Culto aos mortos, sacerdotes, templos, teocracia, antropozoomorfísmo

Desmistificar a relação entre religiões africanas e práticas demoníacas

Religiões indígenas

TODA CLASSE

Realizar pesquisa na internet com a orientação dos professores

Montar um roteiro investigativo:

- quem eram os habitantes do Egito

- quais religiões seguiam

- como era sua cultura (arquitetura, pintura, literatura)

- qual o modo de produção e como se processava

- que imagens podemos colher(pirâmides, zigurates, jardim suspenso, etc.)

- que processos realizaram na matemática(Egito) – como era o processo de mumificação

- o que é criogenia humana e que relação podemos fazer com a mumificação

- onde as civilizações estudadas se localizam (coordenadas, mapas)

- o que são ruínas do Zimbábue

- o que é Eva mitocondrial (que teoria é essa)

SUBTEMA

Ciclo da cana-de-açúcar

Como era a vida dos negros

Como eles eram torturados

Qual a relação entre senhores e escravos

Como a igreja Católica tratava a questão

De onde vinha a maioria dos negros escravos

Que conhecimentos técnicos os Africanos tinham

Pesquisar sobre a contribuição do índio na Área científica

Porque os europeus insistem em atribuir a extraterrestres as relações de negros e índios

Pesquisar sobre São Gabriel da Cachoeira e a origem étnica do prefeito e vice-prefeito

5 . ESTRATÉGIA DE TRABALHO

Estabelecer debate sobre o envolvimento de toda a escola no projeto

Definir, em grupo o orçamento do projeto

Contextualizar o estudo

Adequar o projeto aos objetivos do PDE e PPP

Avaliar a viabilidade do projeto

Incentivar os alunos com prêmio de participação (notas, sorteio de presente, etc.)

6 . ORÇAMENTO/ CRONOLOGIA

Foi estabelecido que todo material utilizado será o disponível na escola alem de doações e ajuda que puderem ser disponibilizadas.

Nos meses de setembro e outubro faremos pesquisas e os trabalhos manuais relativos às maquetes.

Nos dias 16, 17,18 e 19 de novembro de 2010 será nossa culminância.

7 . BIBLIOGRAFIA

MOURA, Clóvis.Dialética Radical do Brasil Negro. São Paulo:Aneta,1994.

MUNANGA, Kabengele (org.) Superando o racismo na escola, Brasília: Ministério da Educação, Secretaria de Continuada, Alfabetização e Diversidade. 2005

ORGANZAÇÃO DAS NAÇÕES UNIDAS. Declaração e Programa de Ação. Conferência Mundial Contra o Racismo, Discriminação Racial, Xenofobia e Intolerância Correlata. Durban: 2001

Sites de busca relativos ao movimento de consciência negra no Brasil e ao movimento indígena.