Trabalho Completo Assistência De Enfermagem Na Prevenção, Diagnóstico E Cuidado Ao Paciente Com câncer De Colo Do útero

Assistência De Enfermagem Na Prevenção, Diagnóstico E Cuidado Ao Paciente Com câncer De Colo Do útero

Imprimir Trabalho!
Cadastre-se - Buscar 155 000+ Trabalhos e Monografias

Categoria: Biologia e Medicina

Enviado por: keylacoelho 18 setembro 2013

Palavras: 1293 | Páginas: 6

Assistência de enfermagem na prevenção, diagnóstico e cuidado ao paciente com câncer de colo do útero

REZENDE, R.C. M. G.1; SOUZA, A. D.2;AGUIAR, O. L. 3

1Enfermeira do Programa de Saúde da Família de Sarzedo - MG

2 Bibliotecária do Centro de Quimioterapia Antiblástica e Imunoterapia.

3Enfermeira Oncológica – Coordenadora do Serviço de Enfermagem do Centro de Quimioterapia Antiblástica e Imunoterapia – Unidade Hospital Belo Horizonte-MG.

INTRODUÇÃO:A estimativa do INCA para o câncer de colo do útero em 2010 foi de: 18.430 novos casos. Este tumor é considerado o segundo mais freqüente entre as mulheres no Brasil. Em 2008 o número de mortes para este tumor foi de 4.812 (1) . O câncer do colo do útero evidencia-se na faixa etária de 20 a 29 anos e o risco aumenta rapidamente até atingir seu pico, geralmente na faixa etária de 45 a 49 anos. Considera-se que a infecção pelo Papiloma Vírus Humano (HPV) como o principal fator de risco para o câncer de colo de útero. Em estágios iniciais o câncer de colo uterino é assintomático, e o diagnóstico é feito através do exame citopatológico (Papanicolaou)(2) .OBJETIVO:Analisar na literatura científica o papel da enfermagem em relação aos principais aspectos referentes a prevenção, ao diagnóstico e tratamento do câncer de colo do útero. Realizar um levantamento na Bireme sobre a Assistência da enfermagem em relação ao Câncer de colo do útero. METODOLOGIA: Para a realização da pesquisa bibliográfica foram utilizados os termos do DeCS. Descritores do DeCs utilizados: Cuidados de Enfermagem; neoplasias do colo do útero. Foram analisados somente os artigos em português publicados até o ano de 2010.RESULTADOS: Total de artigos para todos os idiomas encontrados para associação dos termos cuidados de enfermagem e neoplasia do colo de útero:152. Total de artigos em português:18. Foram excluídas 3 teses de doutorado.Para o estudo foram utilizados 15 artigos mais os dados do INCA.CÂNCER DO COLO DO ÚTERO: O câncer do colo do útero é uma neoplasia maligna, localizada no epitélio da cérvice uterina, é uma afecção progressiva iniciada com transformações intra-epiteliais progressivas que podem evoluir para um processo invasor num período que varia de 10 a 20 anos (3).FATORES DE RISCO:Os principais fatores de risco estão relacionados ao início precoce da atividade sexual e múltiplos parceiros. Deve-se evitar o tabagismo (diretamente relacionado à quantidade de cigarros fumados) e o uso prolongado de pílulas anticoncepcionais, infecção pelo Papiloma Vírus Humano (HPV), baixa condições sócio-econômicas; multiparidade; imunossupressão; higiene íntima inadequada; mestruação precoce e menopausa tardia; deficiência nutricional de vitaminas A e E; causa genética desconhecida(1,4).SINTOMAS: Sangramento durante a relação sexual e dispareunia. É uma doença de desenvolvimento lento que pode cursar sem sintomas em fase inicial e evoluir para quadros de sangramento vaginal intermitente ou após a relação sexual, secreção vaginal anormal e dor abdominal associada a queixas urinárias ou intestinais nos casos mais avançados(1).PREVENÇÃO: Estudos demonstram que o vírus está presente em mais de 90% dos casos de câncer cervical, sendo assim a prevenção para o HPV pode ser feita usando-se preservativos (camisinha) durante a relação sexual.ASSISTÊNCIA DA ENFERMAGEM NO PROGRAMA DE SAÚDE DA FAMÍLIA(PSF):A equipe de enfermagem do Programa de Saúde da Família (PSF) tem um papel importante na prevenção e detecção do Câncer colo do útero, pois é responsável por: * Sensibilizar as mulheres a fazerem o exame de Papanicolaou, através de programas educativos nos PSFs. *Identificação da mulher com situação de risco durante o acolhimento no PSF ou na consulta ginecológica devendo ser acompanhada de maneira mais freqüente. *Coleta do material para a realização do exame de diagnóstico: Papanicolaou. Exame de Papanicolau:Consiste na coleta de material citológico do colo do útero, sendo coletada uma amostra da parte externa (ectocérvice) e outra da parte interna (endocérvice). Para a coleta do material, é introduzido um espéculo vaginal e procede-se à escamação ou esfoliação da superfície externa e interna do colo através de uma espátula (haste de madeira) e de uma escovinha endocervical. Toda mulher que tem ou já teve atividade sexual deve submeter-se a exame preventivo periódico anual, especialmente se estiver na faixa etária dos 25 aos 59 anos de idade (4) .Os estudos mostraram que o PSF demonstra ser um dos principais locais de realizações de exames preventivos e detecção do câncer de colo do útero no Brasil (5), fazendo que seja necessário treinamento adequado e educação continuada para a equipe de enfermagem para melhor atender as pacientes(6). ASSISTÊNCIA DA ENFERMAGEM NO AMBULATÓRIO DE QUIMIOTERAPIA: O Enfermeiro exerce um papel fundamental na assistência e orientação ao paciente com Câncer de colo do útero em quimioterapia. Cabe ao enfermeiro oncológico a orientação ao paciente sobre : o que é quimioterapia, como agem os quimioterápicos, cuidados em administração e possíveis efeitos colaterais, apresentados durante o tratamento. Esta assistência é requerida através de base sólida de conhecimento técnico científico, fundamentada nos aspectos clínicos, psicológicos, sociais, espirituais, político e ético.CONSIDERAÇÕES FINAIS:O câncer de colo do útero é uma neoplasia maligna muito comum no Brasil, é responsável pelo um número muito elevado de óbitos na população feminina, mas quando diagnosticado na fase inicial, as chances de cura são de 100% (1) . Assim a Assistência de Enfermagem tem um papel importante na prevenção, exame de diagnóstico e cuidado ao paciente que já possui a doença. A equipe de enfermagem tem grande importância na realização de programas educativos, acolhimento e rastreamento da doença, afim de combater o alto índice de câncer de colo de útero e diminuir a quantidade de óbitos na população feminina.

REFERÊNCIAS

1. INSTITUTO NACIONAL DE CÂNCER – INCA .Tipos de Câncer: colo do útero Disponível em:http://www2.inca.gov.br/wps/wcm/connect/tiposdecancer/site/home/colo_utero/definição. Acesso em 15/03/2011.

2. INSTITUTO NACIONAL DO CÂNCER - INCA. Câncer do Colo do Útero. Disponível em:.http://www.inca.gov.br/conteudoview.asp?id=326.Acesso em 16/09/2010.

3. BRASIL. Ministério da Saúde. Controle dos Cânceres do Colo de Útero e Mama. Caderno de Atenção Básica. n.13. Brasília DF: Ministério da Saúde, 2006.

4. INSTITUTO NACIONAL DE CÂNCER – INCA. Ações de Enfermagem para o Controle do Câncer uma Proposta de Integração Ensino-Serviço: Ministério da Saúde.3.ed. Rev., Atual. e Ampl. Rio de Janeiro, 2008.

5. Eduardo KGT, Américo CF, Ferreira ERM, Pinheiro AKB, Ximenes LB. Preparação da mulher para a realização do exame de Papanicolaou na perspectiva da qualidade .Acta paul. enferm; 20(1): 44-48, 2007.

6. Merighi MAB, Hamano L, Cavalcante LG. O exame preventivo do câncer cérvico-uterino: conhecimento e significado para as funcionárias de uma escola de enfermagem de uma instituição pública .Rev Esc Enferm USP; 36(3): 289-296, set. 2002.

7. Silva IT, Griep RH, Rotenberg L. Apoio social e rastreamento de câncer uterino e de mama entre trabalhadoras de enfermagem .Rev Lat Am Enfermagem; 17(4): 514-521, July-Aug. 2009.

10. Santos ML, Moreno MS, Pereira VM. Exame de papanicolaou: qualidade do esfregaço realizado por alunos de enfermagem .Rev. bras. cancerol; 55(1): 19-25, jan.-mar. 2009.

11. Thum M, Heck RM, Soares MC, Deprá AS. Câncer de colo uterino: percepção das mulheres sobre prevenção.Ciênc. cuid. saúde; 7(4): 509-516, out.-dez. 2008.

12. Leitão NMA, Pinheiro AKB, Anjos SJSB, Vasconcelos CTM, Nobre RNS. Avaliação dos laudos citopatológicos de mulheres atendidas em um serviço de enfermagem ginecológica.REME rev. min. enferm; 12(4): 508-515, out.-dez. 2008.

13. Frigato S, Hoga LAK. Assistência à mulher com câncer de colo uterino: o papel da enfermagem.Rev. bras. cancerol; 49(4): 209-214, out.-dez. 2003.

14. Paula AF, Figueiredo ES, Amaral MA, Guedes CC. A enfermeira na prevenção do câncer cérvico-uterino e de mama no Ambulatório Carlos Chagas (ACC)/UFMG: uma proposta de trabalho.Nursing (Säo Paulo); 5(45): 30-34, fev. 2002. ilus

15. Freitas SL, Arantes SL, Barros SM. [Role of the obstetric nurse in the Anhanguera community, Campo Grande (MS), in the prevention of cervical cancer]. Rev Lat Am Enfermagem; 6(2): 57-64, 1998.Português.

17. Merighi MAB, Hoga LAK, Praca NS. Detecçäo precoce do cancer cervico-uterino em uma unidade basica de saude: uma estrategia de ensino .Mundo saúde (1995); 21(5): 300-6, set.-out. 1997. tab, graf

18. Lopes RLM. Repensando na prevençäo do câncer cérvico-uterino. 42(4): 219-25, out.-dez. 1996.