Trabalho Completo Oficina De Relações Étnico-Raciais

Oficina De Relações Étnico-Raciais

Imprimir Trabalho!
Cadastre-se - Buscar 155 000+ Trabalhos e Monografias

Categoria: História

Enviado por: tanabi 25 abril 2013

Palavras: 226 | Páginas: 1

O futebol tem sido exaltado ao longo do tempo como o reino da democracia racial no Brasil e espaço de afirmação de afrodescendentes, como Domingos da Guia, Leônidas da Silva e Djalma Santos. Todavia, em profundo contraste com o êxito obtido nos gramados, no momento em que esses atletas se lançaram na carreira de treinadores, colheram apenas insucessos.

Em meados dos anos 1940, Domingos da Guia ainda se mostrava capaz de atuações magistrais. A "Gazeta Esportiva" o considerara "soberbo" no prélio entre Brasil e Argentina, disputado no Pacaembu, e aproveitou para persuadir o Corinthians, clube onde atuava o zagueiro, a renovar seu contrato.

Após pendurar as chuteiras, com efeito, Da Guia foi tentar a sorte como treinador. Mas em 1954, o mesmo órgão de imprensa lamentava sua inaptidão, incluindo-o no rol daqueles “que nada – mas nada mesmo – realizaram como técnicos”.

(FLORENZANO, José Paulo . “Treinador é coisa de branco”. Folha de São Paulo, 30 de maio de 2010)

Tendo como base o trecho da reportagem e os materiais da aula, assinale a resposta correta:

Escolher uma resposta.

a. Nenhuma das demais alternativas.

b. Todos os técnicos negros de futebol brasileiros obtiveram sucesso.

c. O futebol é mais um exemplo de que a democracia racial brasileira é um mito.

d. Domingos da Guia foi um técnico inapto porque era negro.

e. O futebol é o melhor exemplo da democracia racial brasileira.