Trabalho Completo Parametro Curricular (eja)

Parametro Curricular (eja)

Imprimir Trabalho!
Cadastre-se - Buscar 155 000+ Trabalhos e Monografias

Categoria: Língua Portuguesa

Enviado por: flaviaroby 08 outubro 2013

Palavras: 1869 | Páginas: 8

Educação de Jovens e Adultos uma

Realidade Social

A educação de jovens e adultos no Brasil tem como principal objetivo erradicar o analfabetismo, essa modalidade de ensino é oferecida àquelas pessoas que não tiveram a oportunidade de freqüentar uma sala de aula na idade adequada. Mas quem são realmente esses alunos? Quais são suas histórias de vida? E o que os motivaram a retornar a escola?

Ao observar uma sala de aula de EJA, veremos desde jovens com seus 20 e poucos anos até aqueles jovens senhores que viveram os memoráveis anos 60 e 80. São pessoas que já possuem uma experiência de vida, que deve ser utilizada como forma de aprimorar o conhecimento, de acordo com sua realidade. Muitos não tiveram a oportunidade de estudar na idade certa, pois as famílias tinham muitos irmãos, eram carentes, viviam de trabalho rural para ajudar no sustento da casa e por vezes as escolas eram distantes.

Essa realidade é comprovada através da fala de Cícero Souza, aluno do Sesc Ler, em Ibiapina, a 360 quilômetros de Fortaleza, em entrevista à revista Nova Escola: “Nunca tinha estudado. Quando era criança, trabalhava na roça e não tinha condições. Nem escola tinha naquela época. Agora, estou aposentado e tenho mais tempo. A escola também é perto o que facilita muito.” (Cícero Pereira de Souza, 67 anos, Nova Escola, Ano XXVIII. Nº265. Setembro 2013.)

Por possuírem uma história de vida muitas vezes marcada pela pobreza e falta de acesso, devido à exclusão social e desigualdade, triste realidade brasileira, esses adultos demonstram uma baixa autoestima, se sentido culpados pelo seu “fracasso”, tendo vergonha de seu analfabetismo, que, aliás, em determinado período histórico foi considerado uma doença.

Ao procurar uma escola, é dado o primeiro passo para a melhoria de vida, e para cada aluno há uma motivação diferente: a exigência do mercado de trabalho, a necessidade de saber o horário de ônibus, pessoas religiosas querem ler a bíblia, aumento de salário, terminar os estudos em tempo mais curto. Mas de maneira geral, a procura pela EJA esta relacionada à vontade de ser independente, e a fascinação de suprir um sonho que é o de saber ler; escrever e calcular.

Essa busca acontece, pois as pessoas cansaram de ser socialmente excluídos e dependentes, o conhecimento é uma das melhores formas de inclusão, e ao entrar na escola essa visão é cada vez mais ampliada, quanto mais aprendem, mais vão descobrindo e ansiando por saber.

Porém o sucesso e permanência desses alunos, em grande medida esta nas mãos dos docentes, que devem entender o ritmo individual, com a consciência de que são pessoas diferentes não apenas na idade, mas em sua cultura, religião, e história de vida. Buscando assim, formar cidadãos críticos e participativos.

Deve-se aproveitar a vontade, interesse e compromisso dos jovens e adultos aliada à garantia de uma boa qualidade de ensino, para se alcançar a tão almejada transformação da realidade social.

1. O que é a proposta curricular?

É um documento que constituiu-se em subsídio à elaboração de projetos e propostas curriculares a serem desenvolvidos por organizações governamentais e não-governamentais, adaptados às realidades locais e necessidades específicas.

Este trabalho representa para o MEC a possibilidade de colocar à disposição das secretarias estaduais e municipais de educação e dos professores de educação de jovens e adultos um importante instrumento de apoio, com a qualidade de referencial que lhe é conferida pelo notório saber de seus autores.

2. Para que serve a proposta curricular?

A proposta curricular serve para oferecer um subsídio que oriente a elaboração de programas de educação de jovens e adultos e, consequentemente,também o provimento de materiais didáticos e a formação de educadores a ela dedicados.

Na reflexão pedagógica sobre essa modalidade educativa, tem especial relevância a consideração de suas dimensões social, ética e política. O ideário da Educação Popular, referência importante na área, destaca o valor educativo do diálogo e da participação, a consideração do educando como sujeito portador de saberes, que devem ser reconhecidos. Educadores de jovens e adultos identificados com esses princípios têm procurado, nos últimos anos, reformular suas práticas pedagógicas, atualizando-as ante novas exigências culturais e novas contribuições das teorias educacionais.

3. Quais objetivos da EJA?

Os objetivos didáticos referem-se à aprendizagem de conteúdos de diferentes naturezas. Predominantemente, eles se referem a conteúdo de tipo procedimental, ou seja, ao aprender a fazer. Referem se também à aprendizagem de fatos e conceitos que os educandos terão oportunidade de conhecer.

Oportunizar aos jovens, adultos, idosos, pessoas com deficiência, apenados e jovens em conflito com a lei, fora da faixa etária da escolaridade regular a conclusão e continuidade de estudos;

Oferecer aos jovens, adultos, idosos, pessoas com deficiência, apenados e jovens em conflito com a lei, oportunidades de escolarização que aliem a educação básica em nível médio à educação profissional, com desenvolvimento de competências e habilidades que propiciem a formação integral do aluno como cidadão e profissional de qualidade.

3.1 objetivos da área de Língua Portuguesa:

•Valorizar a língua como veículo de comunicação e expressão das pessoas e

dos povos.

• Respeitar a variedade lingüística que caracteriza a comunidade dos falantes

da Língua Portuguesa.

• Expressar-se oralmente com eficácia em diferentes situações, interessando-se

por ampliar seus recursos expressivos e enriquecer seu vocabulário.

• Dominar o mecanismo e os recursos do sistema de representação escrita, compreendendo suas funções.

• Interessar-se pela leitura e escrita como fontes de informação, aprendizagem,

lazer e arte.

• Desenvolver estratégias de compreensão e fluência na leitura.

• Buscar e selecionar textos de acordo com suas necessidades e interesses.

• Expressar-se por escrito com eficiência e de forma adequada a diferentes

situações comunicativas, interessando-se pela correção ortográfica

e gramatical.

• Analisar características da Língua Portuguesa e marcas lingüísticas

de diferentes textos, interessando-se por aprofundar seus conhecimentos

sobre a língua.

3.2 objetivos da área de Matemática:

• Valorizar a Matemática como instrumento para interpretar informações sobre

o mundo, reconhecendo sua importância em nossa cultura.

• Apreciar o caráter de jogo intelectual da Matemática, reconhecendo-o como

estímulo à resolução de problemas.

• Reconhecer sua própria capacidade de raciocínio matemático, desenvolver

o interesse e o respeito pelos conhecimentos desenvolvidos pelos companheiros.

• Comunicar-se matematicamente, identificando, interpretando e utilizando diferentes linguagens e códigos.

• Intervir em situações diversas relacionadas à vida cotidiana, aplicando noções

matemáticas e procedimentos de resolução de problemas individual e

coletivamente.

• Vivenciar processos de resolução de problemas que comportem a compreensão de enunciados, proposição e execução de um plano de solução, a verificação e comunicação da solução.

• Reconhecer a cooperação, a troca de idéias e o confronto entre diferentes estratégias de ação como meios que melhoram a capacidade de resolver problemas individual e coletivamente.

• Utilizar habitualmente procedimentos de cálculo mental e cálculo escrito (técnicas operatórias), selecionando as formas mais adequadas para realizar o

cálculo em função do contexto, dos números e das operações envolvidas.

• Desenvolver a capacidade de realizar estimativas e cálculos aproximados e

utilizá-la na verificação de resultados de operações numéricas.

• Medir, interpretar e expressar o resultado utilizando a medida e a escala adequada de acordo com a natureza e a ordem das grandezas envolvidas.

• Aperfeiçoar a compreensão do espaço, identificando, representando e classificando formas geométricas, observando seus elementos, suas propriedades e suas relações.

• Coletar, apresentar e analisar dados, construindo e interpretando tabelas e

gráficos.

3.3 objetivos da área de Estudos da Sociedade e da Natureza

• Problematizar fatos observados cotidianamente, interessando-se pela busca

de explicações e pela ampliação de sua visão de mundo.

• Reconhecer e valorizar seu próprio saber sobre o meio natural e social, interessando-se por enriquecê-lo e compartilhá-lo.

• Conhecer aspectos básicos da organização política do Brasil, os direitos e deveres do cidadão, identificando formas de consolidar e aprofundar a democracia no país.

• Interessar-se pelo debate de idéias e pela fundamentação de seus argumentos

• Buscar informações em diferentes fontes, processá-las e analisá-las criticamente.

• Interessar-se pelas ciências e pelas artes como formas de conhecimento, interpretação e expressão dos homens sobre si mesmos e sobre o mundo que os cerca.

• Inserir-se ativamente em seu meio social e natural, usufruindo racional e solidariamente de seus recursos.

• Valorizar a vida e a sua qualidade como bens pessoais e coletivos, desenvolver atitudes responsáveis com relação à saúde, à sexualidade e à educação das gerações mais novas.

• Reconhecer o caráter dinâmico da cultura, valorizar o patrimônio cultural

de diferentes grupos sociais, reconhecer e respeitar a diversidade étnica e

cultural da sociedade brasileira.

• Observar modelos de representação e orientação no espaço e no tempo, familiarizando-se com a linguagem cartográfica.

• Compreender as relações que os homens estabelecem com os demais elementos da natureza e desenvolver atitudes positivas com relação à preservação do meio ambiente, analisando aspectos da Geografia do Brasil.

• Compreender as relações que os homens estabelecem entre si no âmbito da

atividade produtiva e o valor da tecnologia como meio de satisfazer necessidades humanas, analisando aspectos da História do Brasil.

Atividade a ser desenvolvida:

Explorando a música “Cio da Terra”

Duração: 2 aulas (100 min.)

Conteúdo: língua portuguesa

Cio da terra

Milton nascimento

Debulhar o trigo

Recolher cada bago do trigo

Forjar no trigo o milagre do pão

E se fartar de pão

Decepar a cana

Recolher a garapa da cana

Roubar da cana a doçura do mel,

Se lambuzar de mel

Afagar a terra

Conhecer os desejos da terra

Cio da terra, propícia estação

De fecundar o chão.

1- Escreva o título da música

_______________________________________________________________

2- Discuta com seus/as colegas e professor/a o significado de “cio da terra” no poema e registre no quadro.

ESTROFES SIGNIFICADO

1ª ESTROFE

2ª ESTROFE

3ª ESTROFE

3- Localize no poema e circule: na primeira estrofe as palavras trigo e pão. Na segunda estrofe as palavras cana e garapa. Na terceira estrofe as palavras terra e chão.

4- Agora, descubra essas palavras no caça palavras e circule ou pinte da cor que você quiser.

D R T E R R A

G A R A P A H

X R I A Y R T

P D G C A N A

F S O H F L S

K C P Ã O N P

O B Z O H X W

Objetivos:

-diferenciar alguns portadores de textos, tais como música, poema e texto instrucional;

-enriquecimento de seu vocabulário;

-ortografia das palavras ;

-escrita;

-interpretação;

-leitura;

Procedimento:

No primeiro momento da aula será apresentada a música aos alunos onde eles a ouvirão, após esse momento, os alunos em conjunto realizarão a leitura desse texto.

Após essa leitura, analisarão e escreverão o título e em seguida escrever significados de algumas palavras, finalizando com uma caça palavra.

Tópicos do conteúdo e objetivos

Linguagem oral

TÓPICO DE CONTEÚDO OBJETIVOS

Récita e leitura em voz alta

Recitar ou ler em voz alta textos poéticos breves, previamente preparados.

Instruções, perguntas e respostas Dar instruções verbais.

Definição e exemplificação Definir conceitos (explicá-los com as próprias palavras).

Sistema alfabético e ortografia

TÓPICO DE CONTEÚDO OBJETIVOS

O alfabeto Conhecer a grafia das letras nos tipos usuais (letra cursiva e de forma, maiúscula

e minúscula).

Sentido e posicionamento da escrita na página • Usar a escrita no sentido correto (da esquerda para a direita, de cima para baixo).

• Alinhar a escrita, seguindo pautas e margens

Acentuação • Conhecer os sinais de acentuação e as marcas sonoras que representam.

• Utilizar corretamente a acentuação na escrita de palavras usuais.

Leitura e escrita de textos

TÓPICO DE CONTEÚDO OBJETIVOS

Versos, poemas e letras de músicas • Observar a configuração desses textos, reconhecer e nomear seus poemas, elementos: título, verso, estrofe.

• Ler e analisar oral e coletivamente esses textos, atentando para a linguagem

figurada, observando que essa linguagem pode sugerir interpretações diversas.

Pontuação

TÓPICO DE CONTEÚDO OBJETIVOS

Pontuação de textos • Observar os identificar os sinais de pontuação mais usuais (ponto, vírgula, ponto de interrogação)

e compreender suas funções nos textos (relacionar o uso do ponto

ao uso da letra maiúscula no início das frases).

• Utilizar adequadamente ponto (e letra maiúscula no início das frases), ponto

de interrogação, vírgula e parágrafo na escrita de textos.ais de pontuação nos textos

Referencias bibliográficas

• Disponível em:

http://www.educacao.ma.gov.br/ExibirPagina.aspx?id=43

acesso em: 07/10/2013 as 19:38.

• Disponível em:

http://portaldoprofessor.mec.gov.br/fichaTecnicaAula.html?aula=7786

acesso em: 02/10/2013 as 20:43.

• Nova Escola, revista. Ano XXVIII. Nº. 265. Setembro 2013. Ed. Abril

• Disponível em:

• http://www.fev.edu.br/graduacao/arquivos/abnt_citacao_ _www.unifev.edu.br.pdf

acesso em: acesso em 02/10/2013 as 09:46

• Parâmetro curricular

• SOUZA, Maria Antônia de, Educação de jovens e adultos. 20 ed. Curitiba: IBPEX, 2009. 147p.