Trabalho Completo Serviço Social

Serviço Social

Imprimir Trabalho!
Cadastre-se - Buscar 155 000+ Trabalhos e Monografias

Categoria: Ciências Sociais

Enviado por: Alinemenegussi 20 agosto 2013

Palavras: 956 | Páginas: 4

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx – xxxxxxxxx

CURSO DE BACHARELADO EM SERVIÇO SOCIAL

xxxxxxxxxxxxxxx

RELATORIO DE ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO l

Xxxxxxx xxxxxxxx

2012

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

RELATÓRIO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO

Relatório Final de Atividades de Estágio Supervisionado a Universidade de XXXXX – XXXXX, como exigência para a conclusão do Curso de Bacharelado em Serviço Social sob e orientação do Professor Orientador Acadêmico XXXXX.

Xxxx xxxxxx

2012

SUMÁRIO

I - IDENTIFICAÇÃO..................................................................................................02

II - DESCRIÇÃO DA ESTRUTURA ORGANIZACIONAL

DA INSTITUIÇÃO......................................................................................................04

III - AÇÕES DESEMVOLVIDAS NO CAMPO DE ESTAGIO COMO

NECESSIDADE E IMPORTANCIA PARA A FORMAÇÃO DO

ASSISTENTE SOCIAL......................................................................................................................05

IV - METODOLOGIA E OS INSTRUMENTAIS ULTILIZADOS NO CAMPO

DE ESTÁGIO.............................................................................................................05

V- CONCLUSÃO........................................................................................................07

VI. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS.....................................................................08

I. IDENTIFICAÇÃO:

Identificação Estagiária: xxxxxxxxxxxxxxx

Estágio Supervisionado em Serviço Social l

Local de Estágio: Prefeitura Municipal de xxxxxxxxxxxxx – Secretária Municipal de Assistência Social – Cras Centro de Referência de Assistência Social

Supervisor de Campo: xxxxxxxxxxxxxx

Supervisor de Estágio: xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

Total de horas no campo: 100 hs

Total de horas de supervisão acadêmica: 30hs

Semestre: 5º/2012/2013

Il. DESCRIÇÃO DA ESTRUTURA ORGANIZACIONAL DA INSTITUIÇÃO:

A Política Nacional de Assistência Social (PNAS, 2004), adota como referência a definição de municípios como de pequeno, médio e grande porte, utilizada pelo IBGE como forma de caracterizar os grupos territoriais. Com sua população inferior a 20.000 habitantes o município de xxxxxxxxx classifica-se, como de Pequeno Porte I. A Norma Operacional Básica do Sistema Único da Assistência Social (NOB/SUAS, 2005) estabelece três níveis de gestão municipal: inicial, básica e plena. O Município de Vila Valério está habilitado na Gestão Inicial do SUAS.

Visando implementar o que está previsto no Sistema Único de Assistência Social e seguindo o que está normatizado pela Lei Orgânica de Assistência Social criou-se no ano de 97 através da Lei Complementar Nº 003/97 o Conselho Municipal de Assistência Social e o Fundo Municipal de Assistência Social, visando garantir a participação popular e o repasse de recursos específicos para a área da Assistência Social.

Inicialmente, a Secretaria Municipal de Ação Social era vinculada a Secretaria Municipal de Saúde, sendo estas duas desmembradas no ano de 2004 através da Lei 258/2004, mesma Lei que cria a Secretaria Municipal de Ação Social - SEMAS, agora independente da Saúde.

Em 2010 conforme Lei Nº XXXXX dentro do Plano Plurial para quadriênio 2010/2013 e de acordo com o convenio nº XXXX com o SETADES inicia-se a construção do Centro de Referencia de Assistência Social – CRAS – de xxxxxxx. Iniciou suas atividades em 14/04/2012.

O centro de Referência de Assistência Social (CRAS) é uma unidade pública estatal descentralizada da política de assistência social, responsável pela organização e oferta de serviços da proteção social básica do Sistema Único de Assistência Social (SUAS) nas áreas de vulnerabilidade e risco social dos municípios e DF. Dada sua capilaridade nos territórios, se caracteriza como a principal porta de entrada do SUAS, ou seja, é uma unidade que possibilita o acesso de um grande número de famílias à rede de proteção social de assistência social. Tem por finalidade executar serviços de proteção básica, organizar e coordenar a rede de serviços sócio-assistenciais locais. A atuação do CRAS se da no âmbito das famílias e indivíduos em seu contexto comunitário, visando à orientação e o convívio sócio familiar e comunitário, é responsável pela oferta do Programa de Atenção Integral às Famílias – PAIF.

III. AÇÕES DESEMVOLVIDAS NO CAMPO DE ESTAGIO COMO NECESSIDADE E IMPORTANCIA PARA A FORMAÇÃO DO ASSISTENTE SOCIAL.

O CRAS do município de Vila Valério está incluído no pequeno porte I, conforme Plano de Ação de 2012 o CRAS poderá atender aproximadamente até 2.500 famílias referenciadas. Lei estabelecida pela NOB-RH/SUAS. As atividades desenvolvidas são: Recepção e acolhimento as famílias; Acompanhamento Familiar; Vigilância Social; Programa de Erradicação do Trabalho Infantil; Programa Habitacional; Programa Alimentar; Programa de geração de trabalho e Renda; Grupo da Melhor Idade; Execução dos Programas de Proteção Básica como Auxilio Maternidade e Auxílio Funeral; BPC; Programa Bolsa Família;

Os serviços oferecidos no CRAS são planejados anualmente no Plano de Ação para o CRAS e aprovada pelo CMAS – Conselho Municipal de Assistência Social do município, levando em consideração o conhecimento territorial e das famílias que nele vivem, suas necessidades e potencialidades. Nesse contexto o campo de estagio se mostra fundamental, pois é através dele que o estagiário observa as formas de organização e gerência no processo de trabalho do assistente social, vivencia a prática da observação de modo sistemático, faz a relação entre o teórico - pratico, além de fazer um levantamento das necessidades sociais e obter conhecimento institucional.

lV. METODOLOGIA E OS INSTRUMENTAIS ULTILIZADOS NO CAMPO DE ESTÁGIO:

A apreensão dos instrumentos, técnicas e metodologia utilizados pelo assistente social em seu trabalho direto com as demandas apresentadas, possibilita que o estagiário possa utilizar de observação direta e também o registro em seu diário de campo.

Dentre as atividades que foram realizadas ao longo do estagio no CRAS podemos enfatizar:

* planejamento

* entrevistas domiciliares

*estudos sócio econômico e parecer social

*encaminhamentos

*elaboração de programas e projetos

No decorrer do estagio foram realizados diversas atividades das quais podemos destacar alguns dos instrumentais utilizados pelo Assistente Social:

*Programa Habitacional Nossa Casa, no qual os instrumentos utilizados foram planejamento, estudo socioeconômico e visitas domiciliares e base de dados que já faziam parte do programa INCLUIR.

*A concessão de Benefícios Eventuais: Auxílio Maternidade e Auxilio Funeral conforme relatório social e se necessário visita domiciliar de acordo com CMAS 03/2010.

*Participação em Reuniões do Conselho Municipal de Assistência Social e Reuniões para Elaboração de Programas e Projetos.

Ao fazer o acompanhamento nos atendimentos pode-se observar como o profissional atua mediante a uma entrevista, na elaboração de um parecer social, o estudo socioeconômico, interação com a rede socioassistencial, sua ação interventiva entre o institucional e o usuário conforme os objetivos da instituição.

V. CONCLUSÃO

A compreensão dos instrumentais e técnicas do Serviço Social são fundamentais, pois, é através dele que o estagiário pode relacionar os parâmetros técnico-operativos e teórico-metodológicos da profissão com as atividades cotidianas do estagio. Assim pode-se compreender os objetivos do Serviço Social na instituição.

VI. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS: