Trabalho Completo A Sociedade e Seus Elementos Caracteristicos

A Sociedade e Seus Elementos Caracteristicos

Imprimir Trabalho!
Cadastre-se - Buscar 155 000+ Trabalhos e Monografias

Categoria: Outras

Enviado por: Mariana 22 dezembro 2011

Palavras: 1061 | Páginas: 5

...

ém afastada dos objetivos que justificam sua existência.

2. Manifestações de conjuntos ordenados – ordem social e ordem jurídica.

➢ É indispensável que os membros da sociedade passem a se manifestar em conjunto, sempre visando àquele fim e para se obter uma ação harmônica dos membros da sociedade preservando a liberdade de todos é preciso que haja uma ação conjunta ordenada.

➢ Três são os requisitos:

➢ - reiteração:

- ordem

- adequação

2.1- Reiteração ( O Bem Comum é um objetivo permanente, pois em cada momento e em cada lugar surgem novos fatores que influem na própria noção de Bem Comum.

➢ Para tal razão é indispensável que os membros da sociedade se manifestem em conjunto reinteradamente, pois, só assim o todo social terá condições de atingir o Bem Comum.

➢ É uma ação PERMANENTE do grupo social. Os atos praticados isoladamente devem ser conjugados e integrados num todo harmônico, surgindo a exigência de ORDEM.

2.2- Ordem( Com tanta diversidade de preferências, como assegurar que, mantendo-se a liberdade, haja unidade na diversidade para o fim comum.

➢ Vários pensadores refletiram a formulação da Ciências Humanas pela visão de análise de um fenômeno natural.

➢ No século XIX, Émile Durkheim tinha a certeza da existência de leis regendo a vida social. Criou a sociologia como ciência, tratando os fatos sociais como coisas.

➢ Desenvolveu uma regra do método sociológico analisando os fatores psíquicos (Internos) e os fatores sociais (externos). Compõe, no seu conjunto, a matéria da vida social, estando sujeitos a leis que lhes são próprias e que não se confundem com as leis da natureza física.

➢ Hans Kelsen – há duas espécies de leis diferentes, submetidas a princípios fundamentalmente diversos. A ordem da natureza está submetida ao princípio da causalidade e a ordem humana se aplica ao princípio da imputabilidade.

➢ O mundo ético ou do agir humano se refere às normas de comportamento social. Verifica-se que há certos comportamentos desejados e outros não.

- unilateralidade ( normas morais – não obriga reação.

➢ García Máynez

- Bilateralidade ( normas jurídicas – obriga reação na relação de direitos e deveres.

- convencionalismos sociais ( etiqueta, moda, cortesia etc. ·.

➢ Del Vecchio ( todas as normas de comportamento social devem ser incluídas no âmbito da moral ou do direito.

➢ Haverá sempre indivíduos em desacordo com as normas, havendo a necessidade de uma harmonia social, através de um elemento de coerção.

1- Adequação ( não pode haver impedimento da livre manifestação e expansão das tendências e aspirações dos membros da sociedade. Para isso há duas características presentes na realidade social:

□ Sociedade submetida a fatores históricos, culturais,

□ A realidade social é um complexo e advindas da vontade humana.

□ Os atos humanos são conformados às condições naturais, históricas e culturais.

□ Segundo Duverger ( é um conjunto cultural. Pa Lefebvre, o homem contemporâneo foi instigado à necessidade e aos interesses econômicos. Para Marcuse, há um controle social pelo consumo, pois há um crescimento econômico e ao mesmo tempo não há desenvolvimento social.

□ O que é capaz de impor a harmonização? Um dos problemas fundamentais da ciência política, que é o poder social.

3. PODER SOCIAL

• Características: a SOCIALIDADE ( O poder é um fenômeno social

a BILATERALIDADE ( correlação de duas ou mais vontades.

• A questão em jogo é: a legitimidade e legalidade do poder.

• Teoria que nega o poder social: Anarquismo

• Várias teorias que reforçam a necessidade do poder social estão espalhadas pela evolução histórico cultural.