Trabalho Completo Trabalho Para A Turma Do EJA

Trabalho Para A Turma Do EJA

Imprimir Trabalho!
Cadastre-se - Buscar 155 000+ Trabalhos e Monografias

Categoria: Outras

Enviado por: nadirsobreira 06 outubro 2013

Palavras: 15296 | Páginas: 62

ESCOLA JOSÉ HAMILTON DE OLIVEIRA

TRABALHO PARA TURMA DO EJA

DISCIPLINAS: HISTÓRIA, GEOGRAFIA, CIÊNCIAS, MATEMÁTICA E LITERATURA

Aluno: ALAN JHONATA CASTRO RODRIGUES SÉRIE: 8° e 9° ano

PROFESSORA: ANA LÚCIA

Limoeiro do Norte-CE

Novembro-2012

HISTÓRIA

Capítulo 1 – TRABALHO E CONSUMO

SANGUE, SUOR E LÁGRIMAS

PRA COMEÇO DE CONVERSA

1. Você está empregado?

R- Não.

2. Que tipo de emprego você tem hoje?

R- Nenhum

3. Que sentido tem o trabalho em sua vida?

R- O trabalho hoje é a lei da sobrevivência, ou você trabalha, ou passa necessidade.

4. Como você definiria consumo?

R- O consumo hoje é pra ser o que você pode, mas são poucos que sabem regrar bem o seu consumo de vida.

5. Em sua opinião, a atividade da “dona de casa” é considerada um trabalho? Justifique.

R- Sim. Pois a dona de casa, tem sempre as mesmas coisas todos os dias pra fazer, tem dia que aumenta a quantidade de tarefas, mas o normal como almoço, café, todos os dias tem que ser feito.

6. Em sua opinião, qual é a diferença entre trabalho e emprego?

R- Trabalho – é aquele que você está porque precisa dele e Emprego – é aquele que além de você precisar, você gosta do que faz.

7. Quais são os principais tipos de emprego existentes no local em que você vive?

R- Empregos em lojas de roupas, oficinas e restaurantes, como garçom e são poucos.

8. Quais são os principais tipos de emprego que você conhece?

R- No meu ramo, é nas farmácias e são poucos, pois só querem empregar hoje quem tem nível superior ou pelo menos técnico.

9. Em sua opinião, qual é a relação entre trabalho e consumo?

R- Pois você só pode ter um consumo se você tiver um trabalho. Sem trabalho, como você vai poder consumir algum?

10. Observe as imagens a seguir.

11. Descreva os tipos de trabalho que você vê nas fotos 1, 2 e 3.

R- 1- Trabalho escravo, só negro, na lama, sujeira, no meio de todo tipo de doença, pra ganhar muitas vezes um prato de comida.

2- Em um laboratório, estudantes ou especialistas mesmo.

3- Uma serraria, gosta de fazer aquilo, tem seu próprio negócio.

12. Algum desses empregos lembra o seu? Qual deles?

R- Não lembra exatamente, mas trabalhei muitos anos em uma farmácia; então pode – se comparar com a figura 2.

13. Qual título você daria a esse conjunto de fotos?

R- Escolha sua profissão.

DESVENDANDO O TEMA

 Antes de ler o texto a seguir, é importante que você discuta com seus colegas: você conhece todas as formas de trabalho?

R- Todas não, mas conheço bastante delas.

 Depois de ter lido o quadro, cite dois exemplos de formas de trabalho que existem no local onde você vive.

R- Secretárias e balconistas.

 Lei antes o primeiro parágrafo do próximo texto. Em seguida, pense e responda: do que trata o texto a seguir?

R- Deve falar tudo sobre trabalho, pois falar de bens contém muito trabalho.

O SIGNIFICADO DO TRABALHO

Você pode estar pensando nesse momento: “qual é a importância de saber o que pensam Marx e Adam Smith a respeito do trabalho?” ou “o que isso tem a ver com meu emprego?”

R - Cada um com seu modo de pensar diferente, pois sua bibliografia mostra como eles trabalharam a vida toda.

Com o emprego que eu tinha, na realidade não tem nada a ver.

O VALOR DO TRABALHO

 Se marxistas e capitalistas parecem defender o bem – estar geral, onde está a diferença?

R- A diferença é que eram só os marxistas e capitalistas contra o resto do mundo, pois os grandes empreendedores só visam o bolso e nós precisamos de emprego para sobreviver.

1. Segundo o texto: “O valor do trabalho”, qual é a prioridade do capitalista: a produtividade ou a distribuição? Justifique sua resposta.

R- A produtividade, pois dela é que vinham os lucros.

2. E para o marxista?

R- A distribuição, pois claro que ele pensava nele, mas pra poder ele se dar bem, tinha que ter também o bem – estar dos empregados.

3. Baseado no texto, que exemplos de meios de produção você poderia listar?

4. Ainda de acordo com o texto, o que o trabalho, associado aos meios de produção, cria?

R- Criar aos empregados mais força para trabalhar, por obrigação; a lei da necessidade; e não por amor; gostar do que faz.

5. Estabeleça a relação entre a expressão “valor” e “bens” de acordo com seu entendimento do texto.

R- Valor- ninguém tinha o valor merecido, ninguém era reconhecido. Bens- só os maiores tinham, pois exploravam seus empregados e conseguiam tudo o que queriam as custas do suor dos outros.

6. Identifique no texto a expressão que, segundo Karl Marx, representa o valor agregado pelo trabalho que não é pago ao trabalhador.

R- Para Marx, existe uma relação entre o acúmulo de riqueza do capitalista e o empobrecimento do trabalhador. Segundo Marx, o valor do trabalho não pago ao trabalhador é denominado mais – valia.

7. Selecione no texto “O significado do trabalho” a frase que revela o valor a ser dado à mercadoria segundo Adam Smith.

R- Para o economista Adam Smith, o valor da mercadoria depende do trabalho utilizado para produzi – lá, ou seja, quanto maior o tempo e a técnica (conhecimento necessário) gastos para realizar um trabalho, maior deve ser o preço cobrado pela mercadoria produzida.

8. Qual é a relação entre os pensamentos de Marx e Adam Smith sobre o trabalho e seu emprego?

R- Relação nenhuma. Um pensa no agora e o outro pensa no futuro. Pois para uma empresa continuar bem, seus empregados precisam ajudar e pra eles ajudarem precisam gostar do que faz. O meu emprego eu gostava, gostava do que eu fazia, só não gostava de como eu era cobrado e de como eu era pago.

 Já entendemos a visão marxista e a capitalista sobre o valor associado ao trabalho. Mas e o trabalho escravo? Como pode ser entendido? R- O trabalho escravo existia, pois você trabalhar pra comer é sim um trabalho escravo. Antes só era trabalho escravo quem era negro, vivia na roça, só conhecia plantação e hoje só mudou a cor e a profissão, porque como somos explorados é sim um trabalho escravo.

A ESCRAVIDÃO NÃO FOI SÓ AFRICANA ...

1. Qual é o significado da frase: “O homem havia aprendido a domesticar os animais. E descobriu que podia fazer o mesmo com seus semelhantes após o aumento da produção de alimentos”?

R- O homem aprendeu a lidar com os animais e descobriu que podia fazer o mesmo com os seres humanos. Você tinha poder, você mandava; é aquela história; “manda quem pode, obedece quem tem juízo”.

2. Localize no texto “A escravidão não foi só africana ...” o trecho que demonstra os tipos de escravidão que houve na África.

R- Na história da África houve três tipos de escravidão:

• A tradicional (fase normal do desenvolvimento histórico do continente africano);

• A que foi feita pelos árabes;

• A praticada pelos europeus.

3. A escravidão na Antiguidade Ocidental foi igual à ocorrida no continente americano? Justifique.

R- Não. O ser humano virava escravo na Idade Antiga por várias razões, por exemplo: contração de dívidas, prisioneiros de guerra, prática de algum crime e no Continente Americano era por exemplo: servindo de mão de obra para a mineração e a agricultura e serviços domésticos.

APROFUNDANDO O TEMA

 Antes de ler o próximo texto, pense e responda: o que você imagina que seja uma instituição? Alguma vez leu, viu ou ouviu algo a respeito? Discuta essa questão com seus colegas de turma.

R- Instituição é como se fosse uma casa grande, que acolhe uma quantidade grande de pessoas com uma necessidade diferente.

Sim, ouvi pessoas que já viveram em instituições falarem, algumas se recuperaram dos seus vícios, outras acharam que o mundo da perdição era melhor.

A ESCRAVIDÃO NA ANTIGUIDADE: UMA INSTITUIÇÃO

 Como e por que desapareceu? Vamos descobrir? Para isso, continue a reflexão lendo o texto a seguir.

R- Desapareceu porque cada período de vida tem um modo, quando se muda de século, de reino, de Império, cada um do seu jeito, o tempo passa e tudo muda.

E SURGE UMA OUTRA FORMA DE TRABALHO

 Será que houve alguma influência desses acontecimentos na economia? Vejamos ...

R- Com certeza. Pois se a economia de hoje ainda fosse como a de antes, não tinha mais sobreviventes pra contar a história.

 Inicialmente, arrendatários (os colonis) e escravos serviam ao mesmo proprietário da terra. Essa convivência e as mudanças nas regras de arrendamento transformaram, gradualmente, os escravos em arrendatários da terra ao mesmo tempo que os coloni foram perdendo sua liberdade. Como? R- Passaram a ficar presos ao solo. Se deixassem as terras, seriam trazidos de volta e punidos.

- Seus filhos e descendentes permaneciam nas mesmas condições que os pais e avós.

REVELANDO O QUE APRENDEU

1. Leia a história a seguir.

Agora, esqueça os valores que você leu e responda:

a) Qual é a posição de Renato no mercado de trabalho?

R- Empregado. Aliás, mais um escravo do trabalho, pois ele não ganhava o que merecia.

b) Qual é a posição de João no mercado de trabalho?

R- Comerciante. Um grande empreendedor que explora o trabalho dos seus funcionários.

c) Segundo os marxistas, onde se encontra a mais – valia nessa história?

João

Renato

Segundo os defensores de Adam Smith, por que caberia a João ficar com a maior parte do lucro gerada pela venda dos sucos?

R- Porque ele era escravista, não costumava reconhecer o trabalho dos outros.

2. Qual era o tipo de trabalho mais utilizado na Idade Antiga?

R- O artesanato.

3. Por que esse tipo de trabalho, como toda mão de obra, sustenta a economia? R- Pois economia é redução de gastos e se não tiver, não vai pra frente seu negócio.

4. Retire do texto “A escravidão na Antiguidade: uma instituição” uma frase que demonstre o relacionamento do homem antigo com a instituição da escravidão.

R- Pois bem, durante a Antiguidade, o trabalho escravo, em alguns momentos, foi visto como uma instituição socialmente aceita pelas diversas civilizações do Oriente e do Ocidente.

5. Quem eram os coloni?

R- Os grandes proprietários de terras passaram a considerar os escravos, além de caros, ineficiente, preferindo arrendar a terra a homens livres: os coloni.

6. Escravos e coloni foram transformados em uma categoria de trabalhador. Qual o nome dela?

R- O servo.

7. Por que é errado confundir o trabalho escravo com o trabalho obrigatório dos servos?

R- Porque o trabalho escravo eles tinham que ficar presos ao solo, seus filhos tinham que ficar nas mesmas condições de seus pais e ainda tinham punições e os Servos não, eles tinham que trabalhar, por isso era chamado de trabalho obrigatório dos servos, pois para sobreviver tinha que se manter e para se manter tinha obrigação de trabalhar, mas não tinham punições.

8. Você observa alguma mudança no mercado de trabalho nos dias atuais? Qual?

R- Muitas. Até a forma dos donos e gerentes tratarem seus funcionários.

9. Para você, o que está sendo mais cobrado do trabalhador nos dias atuais?

R- Horário, limpeza, atendimento melhor, pois o comércio precisava dos clientes e não os clientes que precisam dos comércios.

E OUTRA VEZ A ESCRAVIDÃO ...

1. Localize no texto de Basil Davidson o trecho que justifica a comparação entre o comércio negreiro e fatos violentos ocorridos na Europa da Idade Média.

R- O comércio com a Europa foi completamente diferente em seus aspectos catastróficos, de esmagamento, de povos fracos por povos fortes, que era o resultado das conquistas e guerras africanas.

2. Compare a escravidão ao longo da Idade Antiga com a que foi praticada no continente africano até a chegada dos europeus.

R- Fez ressurgir o trabalho escravo, agora com características diferentes daquelas existentes na Antiguidade. A terceira fase da escravidão africana era praticada pelos europeus. Foi a que trouxe as piores consequências ao povo africano.

O tráfico de escravos na Europa começou em 1441, com a captura de 12 negros na costa atlântica da África, dados de presente ao príncipe Henrique, o navegador (1394 – 1460).

3. Dentro da sociedade feudal, o que prendia o servo à terra?

R- O servo tinha a proteção do senhor e o direito de cultivar lotes de terra somente para si.

4. “A peste foi um golpe que durou alguns anos, enquanto que a sede de escravos pelos europeus durou aproximadamente quatro séculos. Ela degradou a mentalidade e a ação tanto de africanos como de europeus, semeando no período de gerações e desprezo pela vida humana.”

Da releitura do trecho acima, qual é sua conclusão sobre o retorno da escravidão? R- Eles tinham muitos escravos, brancos, pretos, africanos, de todo jeito. Foi por muito tempo que sustentaram a escravidão, aproximadamente quatro séculos e isso é uma eternidade, causam realmente o desprezo pela vida e pra completar a peste ainda durou anos.

5. Como você entendeu a resposta do papa ao príncipe Henrique?

R- Que ele apoiava a guerra e ainda tirava todos os pecados daqueles que participavam.

POR DENTRO DO TEXTO

1. A imagem do texto corresponde a qual atividade comercial praticada pelos europeus?

R- Nas fazendas de açúcar, tabaco, algodão, café, nas minas de ouro, casas, cidades, etc.

2. Qual momento da História do Brasil a imagem do texto 2 retrata?

R- A abolição.

3. De acordo com sua observação, o que mudou do momento representado pela imagem do texto 1 à situação que aparece no texto 2?

R- Que na imagem 1- homens, mulheres, crianças eram todos presos, juntos, sem roupas, obrigados a trabalhar nas fazendas pra terem o que comer e na imagem 2 os homens também trabalhavam, mas não eram presos, eram vestidos e ganhavam pela produção, não muito, mas ganhavam seu próprio dinheiro.

REVELANDO O QUE APRENDEU

1. O quadro a seguir apresenta os números de escravos africanos desembarcados por área no Novo Mundo (América). Observe – o com atenção.

Agora responda.

a) Segundo o quadro, qual foi o período em que o tráfico negreiro foi mais intenso?

1.891.400 570.200

- 1.145.400 - 131.800

0.746.000 438.400

O mais intenso foi a Cuba, teve um aumento de 438.400.

b) Qual foi o período em que o tráfico foi menos intenso?

R- Na América do Norte, pois não teve tráfico nenhum.

c) Após analisar o quadro, qual é sua conclusão a respeito do tráfico de escravos na América?

R- Parece que não existiu mais escravos.

2. No texto “Escravidão nas Américas” há a citação do texto de W.E.B. DuBois que demonstra o papel da África na colonização da América. Registre esse trecho.

R- “Não podemos nos esquecer de que a América foi construída sobre a África. De um mero entreposto entre a Europa e a Ásia ou em um fortuito depósito de ouro, a América tornou – se, graças à mão de obra africana, o centro do império de açúcar e do reino de algodão ...”

3. Agora, revele o significado da frase escolhida na questão 2.

R- Eles queriam que ficassem bem claro a importância da América e como foi construída sobre a África e que graças o grande trabalho africano ficou reconhecido o império do açúcar e o reino do algodão.

4. Escreva quais foram as primeiras vítimas dos europeus na América.

R- Os escravos.

5. De acordo com o texto, qual é o objetivo da criação da economia e da sociedade coloniais americanas pelos europeus?

R- Foi o escravo quem sustentou a economia dos dois continentes; Cuba e Brasil. Como em outras colônias americanas, foi criada uma sociedade que não existia para si, mas para completar as necessidades da sociedade europeia.

6. Como ficou conhecida a agricultura em larga escala praticada em colônias como Cuba e Brasil? Quais eram suas principais características?

R- Que Cuba e Brasil tinha certas semelhanças; ex: houve tentativa de usar o trabalho indígena na produção de artigos em larga escala para satisfazer as necessidades do mercado europeu

7. Argumente contra ou a favor dos interesses do governo inglês na extinção do tráfico negreiro e da escravidão.

R- Essa lei foi apenas uma consequência das mudanças do capitalismo europeu. Simples a favor da escravidão, nunca e da extinção do tráfico negreiro, sempre. Sinal que está diminuindo a tal da escravidão.

8. Troque ideias com seus colegas a respeito de suas conclusões sobre a questão 7.

R- Certo

9. Agora, escreva suas conclusões finais, considerando as motivações humanitárias para o fim da escravidão na América.

R- Acho que muita gente já sofreu com isso, então já estava passando da hora disso acabar. Escravidão não era nunca pra ter existido.

AMPLIANDO O TEMA

 Pense e responda: será que a escravidão foi de fato encerrada no século XIX?

R- Era pra ter acabado em todo canto, mais ainda teve lugares que eles foram enganados e escondendo que os escravos não eram mais escravos, estavam todos livres por um bom tempo, até que aparecesse a fiscalização, ai eles não queriam perder tudo.

ESCRAVIDÃO: INFELIZMENTE NÃO É SÓ UMA TRISTE MEMÓRIA

1. Você conhece algum dos tipos de exploração humana citados no texto?

R- Conheço; essa história dos homens acharem que são donos das mulheres, isso existe muito e a exploração em empregos isso nem falam mais, porque é tanta gente desempregada, que se reclamar sai e não vai fazer falta.

2. Selecione do texto as palavras que melhor resumem o controle físico exercido contra os trabalhadores escravos no Brasil.

R- “As condições de servidão são enfatizadas com o uso de homens armados que vigiam os grupos de trabalhadores, ameaçando aqueles que buscam pagamento ou pensam em deixar as propriedades. São frequentes os relatos de agressões, tratamento cruel, desumano e degradante, e de assassinato de trabalhadores que tentar fugir dessas condições.”

3. Escreva um texto argumentando contra ou a favor do trabalho escravo atualmente.

R- Só em falar em trabalho escravo eu já sou contra, mais se for pra comparar o de hoje com o de antigamente, nem se compara. Pois antes numa fazenda, num quarto pequeno, ficava 1000 ou mais escravos de toda cor, sexo e idade presos e obrigados a trabalhar pra dar riquezas aos outros e não morrerem. E hoje chamo de trabalho escravo porque trabalhamos muito, ganhamos pouco, mais somos livres e mandamos em nossa vida, fazendo dela o que achar que devo, certo ou errado, não importa, da minha vida cuido eu.

4. Troque ideias com seus colegas de turma a respeito de sua conclusão na questão 3.

R- Certo

5. Escreva suas conclusões finais sobre o trabalho escravo hoje.

R- Nossos patrões deviam contratar mais gente, pra nós trabalharmos menos e ganharmos mais, pois trabalhamos muito e ganhamos pouco. Se somos felizes no emprego, gostamos do que faz e somos recompensados, com certeza cuidamos mais do nosso espaço e damos mais valor ao que fazemos.

POR DENTRO DO TEXTO

1. Após a observação das figuras dos textos 1 e 2, escreva sua opinião sobre onde elas aconteceram.

R- Texto 1  é muito antigo, é preto e branco, trabalham no pesado, mas já tem o seu cantinho e suas terras também lhe darem lucro.

Texto 2  já é mais atual, colorido e mostra que já existia reino, império.

2. Em qual época você imagina que essas cenas ocorreram?

R- Texto 1  acho que na época da Abolição.

Texto 2  na Idade Moderna, no fim da escravidão.

3. Qual é o trabalho que está sendo exercido na figura do texto 1?

R- Colheita

4. O servo aparece no texto 1 o no 2 ? Justifique sua resposta.

R- No texto 1, pra organizar, observar, vigiar o trabalho.

5. O senhor feudal aparece no texto 1 ou no 2 ? Justifique sua resposta.

R- No texto 2, servido ao seu superior o livro de Ouro e mostrando serviço e confiança.

SUA VEZ ...

 Segundo esse ponto de vista, será que todo emprego ou ocupação é uma profissão?

R- Acho que sim

 Em homenagem a esses trabalhadores, que tal fazer uma lista de tipos de trabalho exercidos por pessoas na região em que mora, sobretudo dos trabalhadores informais – sem carteira profissional assinada?

R- Vendedor, Caixa, Gerente, Garçon

 Se possível, entreviste – os. Colha depoimentos sobre o tipo de trabalho que realizam e seu papel social.

 R- Dona de casa – Professora – Radialista

- Meu nome é Maria José da Silva, moro na rua: Camilo Brasiliense, tenho 6 filhos e sou dona de casa, isso pra mim é uma profissão, pois tenho minhas obrigações todos os dias pra serem feitas.

- Meu nome é Francisca Nadir Sobreira Batista, moro na rua: Cândido Olímpio, tenho 2 filhos e sou professora, gosto de ensinar e ver as pessoas aprendendo.

- Meu nome é Francisco Müller Sales, sou radialista, gosto de estar presente em tudo, de falar e com a minha profissão da pra mim ser feliz e manter toda a minha família.

GEOGRAFIA - PÁGINAS 310 À 335

Capítulo 1 – DESEMPREGO POR QUE?

PRA COMEÇO DE CONVERSA

1. Explique a cena representada na charge 1.

R- O nível de desemprego aumenta e o pobre leva pé-na-bunda

2. Descreva o sentimento da personagem que recebe o novo uniforme de trabalho na charge 1.

R- Sentimento de espanto, pois sabe que logo logo vai ser mandado embora.

3. Na charge 2 você observa um dos motivos do desemprego. Que motivo é esse?

R- As máquinas passaram a fazer o serviço do homem.

4. Em sua opinião, há outros motivos para que haja desemprego? Qual?

R- Aumento da população e decréscimo de indústrias

5. As charges 3 e 4 mostram situações enfrentadas por pessoas que estão empregadas na atualidade. Que situações são essas?

R- Empregos de época, ou seja não são empregos fixos. E mesmo empregados o salário não dá para as despesas.

POR DENTRO DO TEXTO

1. Que relação o texto estabelece entre a manutenção da paz e o emprego?

R- Há cinco anos foi assinado um compromisso com os Objetivos de Desenvolvimentos do Milênio – ODM das Nações Unidas em busca de um mundo melhor até 2015 e, essas metas não estão sendo atingidas, ou seja, não está acontecendo uma redução significativa da pobreza através de um trabalho decente e do desenvolvimento de empresas capazes de gerar empregos.

2. De acordo com o texto, o que está ocorrendo no mundo para provocar a crise de desemprego?

R- A disponibilidade de emprego não é suficiente para se escapar da pobreza. Assim, enquanto são criados alguns postos de trabalho, o desemprego em nível mundial aumenta constantemente.

3. O que devemos esperar e exigir dos ocupantes de cargos públicos e dirigentes de grandes empresas?

R- Espera – se um redirecionamento das políticas e sociais fazendo com que as pessoas tenham oportunidades justas de obter um emprego decente.

4. Enfrentar o desemprego não é o único desafio atual. Que outros desafios em relação ao trabalho devem ser enfrentados, segundo o texto?

R- Além da obtenção de empregos para os jovens, equipar os salários das mulheres, o outro desafio é de que os empregos sejam de melhor qualidade, baseados em perspectivas de prosperidade reformulando a vida real dos trabalhadores e suas famílias em todo o mundo.

5. Em sua opinião, de que maneira as políticas públicas podem gerar mais empregos no mundo?

R- Capacitar as pessoas, dar oportunidades de crescimento direcionado à educação, é um dos pontos viáveis para o crescimento de empregos com vista na subsistência de trabalhador.

Sua vez ...

1. Para melhor compreender o texto “O mundo do trabalho mudou ...” descubram o significado das palavras a seguir. Se necessário, usem um dicionário para realizar essa atividade:

Dignificar = tornar digno; engrandecer.

Rendimento = ato ou efeito de render; ato de se render ou de se entregar.

Conjuntural = encontro de acontecimentos; oportunidade; ensejo.

Estrutural = disposição e ordem das partes.

Mecanização = movimentos; dinâmica.

Informatização = comunicação procedente da informática.

Qualificação = posição elevada; enobrecido

POR DENTRO DO TEXTO

1. Que realidades você observa nas imagens de 2 a 5?

R- Pessoas com poder aquisitivo diferentes, profissões diferentes, localização de trabalhos diferentes.

2. Em sua opinião, o que o homem retrata na imagem 1 está pensando?

R- Está pensando em como fazer para fechar um contrato de milhões de dólares.

3. Para você, qual a diferença entre emprego e trabalho?

R- Emprego é a função ou cargo que a pessoa ocupa e trabalho é a aplicação da atividade, ou seja é o esforço aplicado.

POR DENTRO DO TEXTO

1. O texto afirma que 77% dos brasileiros gostariam de ter um negócio próprio. Em sua opinião qual o motivo dessa intenção?

R- Com seu próprio negócio os brasileiros poderiam ter mais tempo para a família e não teriam que suportar chefes que muitas vezes humilham o trabalhador.

2. Você já pensou em ter um negócio próprio? Por quê?

R- Sim. Porque vou trabalhar com o que realmente gosto.

3. Você consegue distribuir adequadamente seu tempo entre o trabalho, o lazer, a convivência familiar e os estudos? Explique como se organiza.

R- Não. O trabalho toma boa parte do tempo, não sobrando muito tempo para o lazer, a convivência familiar e estudos.

4. A realidade que você vive é parecida com a demonstrada pela pesquisa? Em quê?

R- Sim. Comecei a trabalhar muito cedo e meu salário é insignificante.

5. Cite exemplos que você conheça e que comprovem ou desmintam as informações da pesquisa realizada.

R- O texto em si já mostra exemplos dessa realidade, pois a maioria dos brasileiros vivem com um salário mínima e muitos deles não têm como ter acesso a lazer ou mesmo condições de optar por fazer o que gosta.

SUA VEZ ...

1. Escreva uma redação com o título deste capítulo: “Desemprego, por quê?”.

Desemprego, por quê?

O número de habitantes cresce desordenadamente em relação ao n° de empregos. Enquanto nascem milhares de pessoas, centenas delas já estão em idade de entrar no mercado de trabalho, enquanto isso, o n° de oportunidades de emprego ainda pensa em começar à existir.

Diante de tais fatos, cada vez mais cresce o número de desempregados ou pessoas que vivem em condições precárias de saúde, habitação, alimentação, enfim; necessidades básicas aos quais foi dado ao homem por direitos e que o mesmo não pode usufruir.

As máquinas apareceram e com elas muitas atividades que eram praticadas pelo homem foram substituídas reduzindo ainda mais as chances que o homem tinha de continuar empregado. Hoje, com a tecnologia avançada cada vez mais, fica o homem pré – disposto a continuar perdendo par o serviço mecanizado, robotizado e da informação.

As empresas hoje preferem optar por empregados terceirizados barateando assim seus custos com os empregados, pois as mesmas se livram dos encargos trabalhistas e ainda ficam no lucro, pois cobram valores altos para a empresa prestadora de serviço enquanto ganha na mão – de – obra.

O que falta então é incentivo para o trabalhador, uma vez que o mesmo é que engrandece as empresas sem ser reconhecido.

2. Leia algumas conclusões da pesquisa feita sobre os brasileiros e o trabalho:

a) Copie trechos do texto “Trabalho e emprego hoje” que apontem causas para as seguintes conclusões da pesquisa:

• O número de brasileiros desempregados e que vivem na informalidade aumentou nos últimos três anos.

• 45% dos que trabalham atualmente ganham a vida de maneira informal, sem direitos trabalhistas e com menor remuneração.

R- 45% dos que trabalham atualmente ganham a vida de maneira informal, sem direitos trabalhistas e com menor remuneração.

b) Quais conclusões da pesquisa mostram situações de desrespeito às seguintes leis trabalhistas:

• Constituição Federal – “Art. 7. São Direitos dos trabalhadores urbanos e rurais (...) XVI – remuneração extraordinária superior, no mínimo, em cinquenta por cento a do normal”.

• Constituição Federal – “Art. 7. São Direitos dos trabalhadores urbanos e rurais (...) XXX – proibição de diferença de salários, de exercício de funções e de critério de admissão por motivo de sexo, idade, cor ou estado civil”.

R- As mulheres têm remuneração, em média, 40% menor do que a dos homens e o sentimento de discriminação em situações relacionadas ao trabalho atinge 13% das brasileiras.

3. Você concorda com a conclusão número 8 da pesquisa, que diz: “Para brasileiros, trabalhador deve ter estudo e ser bem informado para ter sucesso”. Por quê?

R- O estudo é imprescindível para a vida das pessoas. Mas, o verdadeiro empreendedor não precisa, necessariamente, ter um curso de graduação. Ele deve ser visionário e saber tomar decisões corretas para chegar ao sucesso.

POR DENTRO DO TEXTO

1. Qual a diferença entre imaginar e conhecer?

R- Imaginar é dar espaço a criação e conhecer é ter propriedade pelo que está se impondo.

2. Considerando a atual realidade do mercado de trabalho, você concorda com aa primeira frase, dita por Einstein? Por quê?

R- Sim, pois as organizações da atualidade não está procurando empregados apenas pelo seu currículo mas também pela ousadia e comprometimento com a empresa.

3. Você acha difícil desenvolver atividades criativas? Por quê?

R- Não, desde que eu tenha condições para desenvolver meu pensamento.

4. Dê um exemplo que comprove ou desminta a frase 4, dita por Einstein.

R- Quando se pensa um pouco mais alto, ou seja, quando se deseja algo e isto se concretiza, jamais se quer que haja um retrocesso do que se conquistou.

5. A frase 3, dita por Bob Dylan, relaciona trabalho à satisfação. Em sua opinião, isso é possível? De que maneira?

R- Sim, ter um trabalho e que este esteja direcionado as suas habilidades e aptidões é gratificante.

SUA VEZ ...

1. Leia novamente o texto e copie as palavras que você não conhece. Procure seu significado em um dicionário e anote – o.

R- Eficiência – que produz com efeito

Interagir – Interatuar, Interação.

Panorama – Cenário, Paisagem, Vista.

Potenciais – Possíveis, Virtuais.

2. O que você gosta de fazer em suas horas livres?

R- Passear.

3. Que potencial você gostaria de desenvolver para transformar seu trabalho em atividade prazerosa e que lhe dê condições de sustento?

R- Montar meu próprio negócio.

POR DENTRO DO TEXTO

1. Copie do texto um trecho que mostre a finalidade de se elaborar uma Classificação Brasileira de Ocupações (CBO).

R- A nova CBO é uma atualização da versão lançada em 1982. Ela está sendo relançada para reconhecer profissões antigas e incorporar novas.

2. Que diferença pode – se constatar no mercado de trabalho para as profissões elementares (trabalhadores braçais) e para as profissões que lidam com símbolos (palavras e dados)?

R- Estas lidam mais com o intelecto, ou seja a biotecnologia, informática e logística.

3. O que se pode concluir com o resultado desse trabalho realizado pelo IBGE?

R- Muitas profissões que antes não eram valorizadas, hoje são reconhecidas por todo o Brasil.

4. Que mensagem você compreendeu com a interpretação desse texto?

R- Que todas as profissões têm a sua importância, seja a que lida com símbolos ou as que lidam com o intelecto.

SUA VEZ ...

1. Descubra se existe alguma Organização Não Governamental (ONG) que preste serviços sociais no lugar onde você mora.

R- Não existe ONG.

2. Caso exista, faça uma visita e pesquise que serviços oferece à comunidade, elabore um relatório e divulgue – o em sua comunidade escolar.

3. Caso não exista nenhuma ONG em sua cidade, faça uma pesquisa para identificar os serviços sociais necessários à sua comunidade. Elabore um relatório e divulgue – o para que você e a comunidade em que vive busquem conquistar uma ONG que atue em benefício das pessoas carentes de sua cidade.

R- Os serviços sociais necessários as comunidades seriam casas de apoio a crianças que vivem na marginalidade.

E EU COM ISSO?

1. O que gostaria de realizar?

R- Ter uma oficina de aparelhos de som.

2. Por que optou por essa realização?

R- Porque gosto de música.

3. Que potencial criativo deverá desenvolver?

R- Adaptar todo tipo de caixa de som.

4. Onde buscar qualificação para desenvolver esse potencial?

R- Em cursos.

5. Que recursos necessitará para sua nova forma de trabalho?

R- Dinheiro para cursos e material.

6. Quem se interessará por sua produção? Por quê?

R- Todas as pessoas que também gostem de música.

7. Que leis estão relacionadas à atividade que escolheu?

R- Lei que adverte sobre poluição sonora.

8. Que retorno financeiro você pode esperar de sua nova atividade profissional?

R- Além de dinheiro espero que as pessoas reconheçam meu trabalho.

9. Que dificuldades poderão ser enfrentadas nessa nova forma de trabalho?

R- Dificuldades financeiras.

10. Crie uma estratégia para divulgar sua nova atividade profissional e torna-la conhecida por um número grande de pessoas.

R- Propaganda boca a boca.

11. Exponha sua estratégia para os colegas, educador e comunidade escolar.

R- Pretendo montar uma oficina e trabalhar com aparelhos de som.

REVELANDO O QUE APRENDEU

1. Leia a frase:

Agora, estabeleça uma relação entre essa frase e a situação dos trabalhadores no mundo atual respondendo às questões a seguir:

a) Que situação e pode constatar atualmente no mercado de trabalho?

R- A profissão que você escolher deve ter vaga no mercado, caso contrário você será um profissional sem ter nada para fazer.

b) Para nos movermos em direção a uma situação positiva em relação ao trabalho, quais atitudes podemos tomar?

R- Ser persistente, ter visão de empreendedorismo e saber calcular os riscos.

2. Leia a frase:

Estabeleça uma relação entre essa frase e a necessidade de aprendizagem permanente no mundo do trabalho, hoje, respondendo à questão: o que você pode fazer para se preparar bem e enfrentar as dificuldades que o mundo do trabalho apresenta atualmente?

R- O conhecimento é peça importante no mercado de trabalho, não adianta apenas querer, tem também que conhecer.

3. Leia a frase a seguir:

Estabeleça uma relação entre a frase e uma das características muito valorizadas no mundo do trabalho atualmente, respondendo às questões a seguir:

a) Que característica é muito valorizada no mercado de trabalho a que se refere a frase? Como fazer para desenvolvê-la?

R- Raciocínio.

b) Por que é importante para o trabalhador ser criativo?

R- Sendo criativo você não irá copiar ideias e sim, inventá-las.

4. Responda às questões.

a) Quais são as causas do desemprego estrutural no mundo atualmente?

R- Muitas vezes as pessoas não estão qualificadas para as vagas que surgem.

b) Quais são as causas do desemprego conjuntural?

R- O desemprego conjuntural depende da conjuntura, isto é, da situação do momento. Ele é visto como decorrente de algo anormal que acontece em determinado momento (uma grande seca, chuva demais, recessão econômica etc.). Acredita-se que, passada a anormalidade, o nível de emprego também voltará ao normal.

c) Que medidas são consideradas eficientes para combater o desemprego estrutural?

R- O desemprego estrutural acontece em função de mudanças definitivas na própria estrutura da sociedade. A automação dos processos produtivos na indústria e nos serviços é uma mudança definitiva na forma de produzir bens e prestar serviços das sociedades modernas. Por isso, o desemprego que está sendo causado por essa automação está aqui para ficar. A única solução para quem ficou desempregado em função de mudanças estruturais na sociedade é se requalificar ou recapacitar.

CAPÍTULO 2

PRA COMEÇO DE CONVERSA

1. Na cidade onde você mora existem estabelecimentos comerciais iguais ao da foto 1?

R- Não

2. Qual sua opinião sobre o objetivo dos shopping centers?

R- Manter em um só lugar várias lojas.

3. Você já comprou ou gostaria de comprar algum dos objetos retratados nas fotos 2, 3 e 4? Por quê?

R- Sim

4. O que você observa na foto 5?

R- Criança feliz nos braços do Papai Noel.

5. De que forma o comércio divulga o Natal nos meios de comunicação?

R- Com imagens de crianças, brinquedos, comidas, festas e Papai Noel.

6. Você já comprou alguma coisa por causa da propaganda? Por quê?

R- Sim. Muitas vezes a propaganda reforça o desejo do consumismo.

POR DENTRO DO TEXTO

1. O que o padre Júlio Lancellotti afirma sobre os motivos do consumidor no Natal?

R- É uma tendência quase de sobrevivência do consumo e até da própria sociedade.

2. O padre Júlio não considera o consumismo culpa dos consumidores, pois diz que “todos são massacrados” no Natal. De que massacre ele está falando?

R- No Natal todos esperam ganhar presentes e o massacre é você querer presentear e não poder.

3. Você concorda com o padre Júlio, quando ele afirma que a saída para essa situação é a educação e a cidadania? Por quê?

R- Sim, pois se conseguirmos conscientizar as pessoas que nem sempre podemos dar presentes, mas isso não quer dizer que sejamos pessoas más.

4. Em sua opinião, a propaganda aumenta a violência ao gerar frustração para aqueles que não podem consumir? Por quê? Cite um exemplo.

R- Sim. Muitas vezes a propaganda é tão forte e se você não pode comprar legalmente muitos chegar até a roubar para ter ou mesmo para mostrar a sociedade que também possui.

5. Copie do texto trechos que mostrem exemplos de ações praticadas por consumidores conscientes.

R- As pessoas só devem consumir aquilo que é necessário. E verificar se o produto tem o selo da Abrinq.

SUA VEZ ...

1. Procure em um dicionário o significado das palavras e expressões a seguir para compreender bem o texto “Ter não é ser”:

Escala = Linha graduada, Galga.

Campanha = Empreitada, Expedição

Infalível = Certo, Inevitável

Ascensão = Acesso, Elevação, Promoção

Gênero = Espécie, Estilo, Exemplar

Ingênua = Acriançada, Simples, Infantil, Tola.

Essencial = Efetiva, Eficaz, Ativa

Supérfluo = Sobrado, Desnecessário, Dispensável

Forjado = Traçado, Tramado

Cadeia = Cárcere, Presídio, Algema

Eficácia = Potência, Vigor, Efeito

2. Copie do texto um parágrafo que apresente argumentos que convençam a sociedade a educar as crianças para serem consumidores cidadãos.

R- É preciso educar as crianças e jovens para que não transformem as ilusões vendidas nas propagandas em projetos de vida, desenvolvendo seu senso crítico em relação ao mercado consumidor.

3. Qual é o papel da propaganda para a manutenção do sistema capitalista?

R- O sistema capitalista tem como principal fonte de equilíbrio o consumo. Sem ele toda a estrutura da cadeia produtiva desmoronaria, gerando o desemprego, a queda do poder aquisitivo e do próprio consumo, num verdadeiro círculo vicioso que não pode sofrer colapsos.

4. Cite as mídias que são utilizadas pela propaganda para divulgar suas ideias.

R- Televisão, jornal, rádio, revista, outdoors, telefonia, internet.

POR DENTRO DO TEXTO

1. Para melhor compreender o texto “A inveja do tênis”, procure em um dicionário o significado das palavras e expressões a seguir:

Criticar- Censurar, Recriminar

Lorota- Inverdade, Mentira, Caraminhola

Em suma- Em geral, Finalizando

Austeridade- Aspereza, Austeridade

Em prol- Em defesa

Perdulário- Dissipador, Esbanjador

Incitado- Instigado, Provocado

2. Copie as frases no caderno, substituindo os <> por argumentos apresentados pelo autor do texto “A inveja do tênis” para convencê-lo de que sua afirmação é verdadeira.

a) O tênis é objeto de desejo porque <> <> <> traduz conforto e bem estar.

b) A propaganda tem seu lado “quase” democrático porque <> <> <> reforma as desigualdades com base no dinheiro, que não são nada democráticas.

c) A injustiça social, num ambiente em que há tanto desejo das coisas boas da vida, fica mais explosiva do que nunca, porque <> <> <> mesmo a maioria honesta suporta cada vez menos essa desigualdade.

3. Você concorda com o autor quando ele diz que apesar da realidade do brasileiro ser de pobreza, a propaganda está gerando valores de igualdade social na consciência de nosso povo? Por quê?

R- Sim, pois devido a existência das propagandas o pobre aprende com o desejo de ter e assim, um dia luta por seus direitos.

CIÊNCIAS: PÁGINAS 382 À 409

DESVENDANDO O TEMA

• Qual a constituição do nosso corpo, das pedras, árvores, animais, enfim, dos seres que nos cercam?

R- Se constituem de matéria.

ANTES DE LER

1. Pense na palavra átomo. Alguma vez você já ouviu ou leu alguma notícia envolvendo essa palavra?

R- Sim.

2. O significado de átomo surgiu cerca de 2500 anos atrás, como você descreveria a vida na época mencionada?

R- Descreveria como pequenas partículas.

POR DENTRO DO TEXTO

1. Identifique as palavras do texto que você desconhece.

• Encontre os significados dessas palavras no dicionário e registre – os em seu arquivo de palavras.

R- Sistemas- Aparelhos, Códigos, Normas

Estrutura- Armação, Esqueleto, Composição.

Partículas- Fragmentos, Migalhas, Frações.

2. Quais os átomos mencionados no texto?

R- Hidrogênio, oxigênio, carbono e o nitrogênio.

3. Por que, segundo o texto, a ideia de átomo se modificou ao longo dos anos?

R- Por conta do desenvolvimento das ciências e da tecnologia, bem como a descoberta de novos materiais e elementos químicos.

4. Qual a profissão de Demócrito?

R- Filósofo

• Como você descreveria essa profissão?

R- O filósofo dedica-se a investigar e a questionar com profundidade e rigor metodológico a essência e a natureza do Universo, do homem e de fatos.

• Você diria que Demócrito formulou uma hipótese bastante avançada para a sua época?

R- Sim, pois ele fez uma tentativa bem independente de reconstrução

SUA VEZ ...

1. Por que é importante o uso desses símbolos na representação dos elementos químicos?

R- Para que possamos diferenciar um do outro.

2. Além dos elementos listados na tabela, que outros elementos químicos você conhece?

R- Magnésio – Mg, Manganês – Mn, Ouro – Au, Cobre – Cu.

APROFUNDANDO O TEMA

1. William Foller, um astrofísico que recebeu o prêmio Nobel de Física de 1983, disse:

• O que essa frase significa para você?

R- As estrelas, tal como nós, nascem, vivem e morrem. E nós fazemos parte deste ciclo cósmico, pois, afinal de contas, nós próprios somos feitos de matéria produzida nas estrelas.

• Você concorda com a afirmação de Foller? Justifique.

R- Sim, pois, somos feitos de matéria e as estrelas também.

2. A frase de Foller sugere que os elementos que compõem as estrelas também estão presentes em nosso corpo. Qual sua explicação para sua sugestão?

R- Porque as estrelas possuem Hidrogênio , Carbono, Nitrogênio.....

A TERRA: FORMAÇÃO E CONSTITUIÇÃO

• Por que os elementos, formados nas estrelas, podem também ser encontrados em nosso planeta?

R- Porque os vários elementos químicos quando juntos, formam os ciclos do Carbono, da Água e do Nitrogênio.

ANTES DE LER

• O título do texto é “Abundância relativa de alguns elementos químicos da crosta terrestre”. Em sua opinião, qual o assunto tratado:

R- A presença de muitos elementos químicos

POR DENTRO DO TEXTO

1. Identifique os elementos apresentados e a legenda do gráfico.

Oxigênio Silício Alumínio Sódio

Cálcio Ferro Magnésio

P+ C+ N =Fósforo, Carbono e Nitrogênio

2. Relacione cada um dos elementos químicos apresentados na legenda à sua localização no gráfico.

O= Oxigênio, Si= Silício, Al= Alumínio, Na= Sódio, Ca= Cálcio

Fe= Ferro, Mg= Magnésio , P+ C+ N =Fósforo, Carbono e Nitrogênio

Analise o gráfico e responda às questões a seguir:

3. Quais os elementos químicos apresentados no gráfico?

R- O= Oxigênio, Si= Silício, Al= Alumínio, Na= Sódio, Ca= Cálcio

Fe= Ferro, Mg= Magnésio , P+ C+ N =Fósforo, Carbono e Nitrogênio

4. Com base em sua análise, identifique:

• O elemento encontrado em maior quantidade na crosta terrestre.

R- Oxigênio

• O elemento menos abundante.

R- Nitrogênio

• A quantidade de carbono na crosta terrestre.

R- 0,0,8%

5. Quais os elementos apresentados no gráfico você diria que também são encontrados nos seres vivos?

R- Ferro, Cálcio e Sódio.

POR DENTRO DO TEXTO

1. Analisando os valores apresentados na tabela:

a) Verifique em qual ser vivo a quantidade de:

• Carbono é maior. R- Ser humano

• Hidrogênio é maior. R- Bactéria

• Nitrogênio é menor. R- Alfafa

b) Qual dos elementos é encontrado em grande quantidade nos seres vivos? Justifique.

R- Oxigênio

2. Compare as quantidades de oxigênio e carbono presentes no ser humano com os valores da crosta terrestre.

R- Ser humano Crosta terrestre

Oxigênio 62,81 62,5

Carbono 19,37 0,08

• A partir dessa análise, o que você pode concluir em relação ao carbono?

R- Que o carbono existe em menor quantidade na Crosta Terrestre

SUBSTÂNCIAS QUÍMICAS

• Associe os elementos da coluna 1 com os elementos da coluna 2 correspondentes.

COLUNA 1 COLUNA 2

a) Formada por moléculas (e) Átomos

b) Elementos químicos (c) Mais de um tipo de átomo

c) Substância composta (d) Representam substâncias

d) Fórmulas (a) Substância

e) Constituem as moléculas (b) Representados por símbolos

MISTURAS

• Que misturas são comuns em seu dia a dia?

R- A maior parte dos materiais com que temos contato em nosso cotidiano são misturas, como por exemplo, o ar, o álcool hidratado, o vinagre, o aço, Água e óleo, entre muitos outros.

VOCÊ SABIA?

Na cultura síria, o café não é filtrado, é decantado: o pó de café é misturado à água, e a mistura é colocada em repouso até que o pó fique depositado no fundo do recipiente. Você conhece outras misturas que também são separadas pelo processo de decantação?

R- Decantação (misturas heterogêneas)

Trata-se da separação de dois líquidos ou de um líquido e de um sólido, aproveitando a sua diferença de densidade. Para separar um líquido de um sólido de maior densidade deixa-se repousar durante certo tempo, para que o sólido se deposite no fundo do recipiente. Se as partículas sólidas forem muito pequenas, esse tempo pode prolongar-se por horas ou até mesmo dias. A partir do momento em que se depositou totalmente, inclina-se o recipiente com cuidado até se verter o líquido sem que o sólido seja arrastado. Para a obtenção de melhores resultados pode também ser utilizada uma vareta de vidro como material auxiliar.

A decantação é muito utilizada para separar líquidos imiscíveis, ou seja, líquidos que não se misturam. Para isso, coloca-se a mistura a ser separada num funil de separação (ou funil de decantação ou funil ed bromo). Quando a superfície de separação das camadas líquidas estiver bem nítida, abre-se a torneira e deixa-se escoar o líquido da camada inferior, conforme o desenho:

Decantação em funil

Permite a separação de líquidos imiscíveis (que não se misturam homogeneamente).

SUA VEZ ...

Muitos dos produtos de limpeza que usamos em casa podem causar irritações de pele. Você tem o hábito de ler o rótulo desses produtos e identificar sua composição e os cuidados que devem ser tomados antes de sua utilização? Justifique.

1. Observe o rótulo de dois produtos de limpeza diferentes que você utiliza. Reproduza em seu caderno a tabela apresentada no modelo e complete – a, identificando cada um dos produtos, sua utilidade, composição e cuidados a serem tomados ao manuseá-lo.

PRODUTO USO COMPOSIÇÃO CUIDADOS

KIBOA ALVEJANTE HIPOCLORITO Leia o rótulo antes de usá-la. Use luvas. Em caso de contato com os olhos, lave-os em água corrente por 15 minutos. Se sentir a vista embaçada, procure um oftalmologista. . Em caso de ingestão, não provoque vômito.

SODA CÁUSTICA ALVEJANTE HIPOCLORITO Leia o rótulo antes de usá-la. Use luvas. Em caso de contato com os olhos, lave-os em água corrente por 15 minutos. Se sentir a vista embaçada, procure um oftalmologista. . Em caso de ingestão, não provoque vômito.

2. Observe o rótulo de um produto utilizado na limpeza diária de casa, hospitais, empresas, etc.

a) Com base nas advertências do rótulo:

• Como você descreveria a ação desse produto para o trabalhador que o utiliza?

• R- Perigoso.

• Que tipo de equipamento você precisaria ter para manipular esse produto?

• R- Luvas.

b) Quais as substâncias que compõem esse produto?

R- Sulfato orgânico, Amônia, Hipocloritos

c) Qual a importância do uso desse produto?

d) R- Bactericida

e) Em sua opinião, o que significa um produto germicida e bactericida?

R- Germicida: É o termo aplicado à substância química ou processo físico capaz de destruir todos os microrganismos, incluindo também suas formas de resistência, denominadas de esporos, como aqueles produzidos por bactérias do gênero Clostridium sp e Bacillus sp.

Bactericida: São todas as substâncias químicas ou processos físicos capazes de destruir bactérias na sua forma vegetativa, não necessariamente os esporos bacterianos.

TRABALHANDO COM SUBSTÂNCIAS QUÍMICAS

Leia as questões e troque ideias com seus colegas sobre o assunto proposto.

1. Para garantir a segurança no ambiente de trabalho, é suficiente a existência da lei?

R- Não necessariamente. É preciso que as pessoas sejam conscientes dos danos que o produto pode causar ao ser manuseado sem proteção.

2. Qual a importância das comissões destinadas à segurança no ambiente de trabalho?

R- Preservar a saúde e a integridade física dos trabalhadores.

SUA VEZ...

Reveja o que aprendeu. Para isso, preencha os espaços adequadamente.

Constituída por

de um ou mais formam

representados por formam

Exemplos podem ser representadas por

têm têm

exemplos exemplos

REVELANDO O QUE APRENDEU

1. Quais as substâncias presentes no sal de cozinha?

R- Sódio e Cloro

2. Qual dos constituintes do sal é o responsável por enriquecer nossa alimentação com iodo?

R- Potássio

3. Você classificaria as substâncias que compõem o sal como simples ou composto?

R- Composto, pois é formado por mais de um elemento químico.

4. Quais os elementos químicos que você pode identificar nas substâncias presentes no sal?

R- Na= Sódio; Cl= Cloro

5. Relacione, o nome do elemento químico da coluna 1 ao símbolo da coluna 2:

COLUNA 1 COLUNA 2

1. Sódio a. K ( 3)

2. Cloro b. Al (6)

3. Potássio c. Si (7)

4. Iodo d. Fe (5)

5. Ferro e. Cl (2)

6. Alumínio f. I (4)

7. Silício g. Na (1)

AMPLIANDO O TEMA

1. A palavra micro-organismo é uma palavra, composta: micro (do grego micros) = pequeno + organismo = ser vivo. Partindo desse conhecimento, explique o que são micro-organismos.

R- Pequenos seres vivos

2. Observe a foto a seguir.

3. Qual o microrganismo mostrado na foto?

R- Bactéria

4. Que instrumento foi necessário para obter essa imagem?

R- Microscópio

5. Em sua opinião, germes, bactérias e vírus são exemplos de microrganismos? Justifique.

R- Porque são seres invisíveis a olho nu.

6. Descubra o significado das palavras:

Micróbio- Bactéria, Agente, Bacilo

Microscópio- Lupa; Aparelho que serve para aumentar os organismos.

Antibiótico- Nome dado a corpos de diversas proveniências (extratos de culturas bacterianas ou fúngicas, substâncias sintéticas), que impedem o desenvolvimento ou a multiplicação de certos micróbios.

POR DENTRO DO TEXTO

1. Registre os passos para ao obtenção da penicilina:

 R- Em Agosto de 1922, Fleming deixou algumas placas com culturas de estafilococos sobre a mesa.

 Ele percebeu que as mesmas estavam contaminadas com mofo;

 Colocou-as então, em uma bandeja para limpeza e esterilização com lisol;

 O fungo foi identificado como pertencente ao gênero Penicilium

2. Em sua opinião, o que o autor quis dizer quando escreveu o último parágrafo?

R- Que se ele não tivesse tido o hábito de observar e dar crédito as modificações, não teria notado a presença do mofo nas placas e nada disso treria sido revelado.

BACTÉRIAS E DESINFETANTES

1. Atualmente que tipo de substâncias são antissépticas?

R- Álcool em gel; sabão líquido

2. Quais os cuidados diários que utilizamos para evitar a proliferação de bactérias?

R- Higienizar bem as mãos antes de tocar os olhos, boca e outras partes do corpo.

POR DENTRO DO TEXTO

1. Qual o primeiro passo que um cientista ou detetive deve realizar para poder solucionar um problema?

R- Coletar dados

2. Por que é importante que um cientista seja um bom observador?

R- Porque através da observação ele raciocina e pode explicar os acontecimentos.

3. Quando começa a parte criadora de um trabalho científico?

R- Quando coleta fatos desordenados e por meio do raciocínio torna-os concretos.

CIÊNCIAS - CAPÍTULO 2

.... E O MUNDO MUDOU

1. Observe os detalhes da tela pintada por Millet: a postura e o vestuário das personagens retratadas, os tipos de objetos apresentados, etc.

• Descreva o que você vê.

R- A tela retrata pessoas do campo e em décadas passadas.

2. Em sua opinião:

• O que as pessoas representadas na tela estão fazendo?

R- Meditando

• Qual a atividade que exercem?

R- São camponeses

• Qual a importância dessa atividade para a vida humana?

R- Eles buscam a sobrevivência e representam um trabalho árduo, mas digno.

3. De que forma a imagem apresentada na figura está relacionada com as mudanças ocorridas no mundo ao longo da história?

R- Da maneira como a tecnologia trouxe mudanças para as indústrias, o vestuário das pessoas também mudou. Assim, hoje os camponeses não se vestem mais dessa maneira e nem tão pouco usam os materiais para colheita, os quias mostram a tela.

TRABALHANDO COM TEXTO

1. Leia apenas as palavras em destaque.

2. Em sua opinião, qual o tema desse texto?

R- Sobrevivência no campo

POR DENTRO DO TEXTO

1. Qual o tema do poema?

R Sobrevivência no campo

2. O que sentiu ao ler o poema “Cântico da terra”?

R- Palavras fortes relatando sentimentos.

3. Em sua opinião, o que Cora Coralina quis transmitir ao escrever a frase: “Eu sou a fonte original de toda vida”.

R- Que para sobreviver o homem do campo tem que ser forte.

4. Escolha uma frase do texto que para você melhor descreve o tema do poema.

R- Sou a espiga generosa do teu gado.

CROSTA E SUBSOLO

1. Em seu poema “Cântico da terra”, Cora Coralina menciona materiais e seres que podem ser associados a diferentes profissões.

• Selecione do texto alguns deles.

R- Telha, arado, foice, machado

• Construa em seu caderno, uma tabela associando o objeto ou ser que selecionou com alguma profissão, seguindo os exemplos apresentados no modelo:

OBJETOS OU SERES PROFISSÃO

Arado Camponês

Machado Lenhador

Veste Costureiro

Casa Construtor

2. Faça uma lista de outras profissões que conhece.

R- Professor, desenhista, médico, bombeiro.

3. Das profissões que você listou, qual delas não faz uso de materiais obtidas na terra?

R- Todas.

4. Escolha um dos objetos ou materiais da lista e escreva uma frase relacionando-o com a terra e o trabalhador.

R- Arado- O arado é um instrumento onde o trabalhador tem a certeza que cultivando a terra vai fazê-la prosperar.

MATEMÁTICA

MONÔMIOS

DEFINIÇÃO

Monômios são expressões algébricas que não envolvem operações de adição e/ou subtração:

Exemplos:

a) 4ª; b) abc; c) 5x2; d) x3y

Um monômio tem uma parte numérica (coeficiente) e uma parte literal.

Por exemplo, no monômio 15x 3yz, o coeficiente é 15 e a parte literal é x3yz.

Monômios Semelhantes: são aqueles que apresentam a mesma parte literal.

Exemplos:

1. 3xy2 e 5xy2

Operações com monômios

a) Adição e Subtração de Monômios

Só podemos efetuar as operações de adição e subtração com monômios semelhantes, isto é, aqueles que têm as partes literais iguais. Para isso basta efetuar a operação indicada com os coeficientes e manter a parte literal.

Exemplos:

a) 2a + 5a = 7a

b) 8ab2– 3ab2 = 5ab2

c) 4xy + 7xy – 2xy = 9xy

Note que, no exemplo “d”, para somar os coeficientes foi necessário reduzi-los ao mesmo denominador, fazendo o m.m.c. entre eles.

OBS. Quando os monômios não são semelhantes, isto é, não possuem a mesma parte literal, a soma ou a subtração ficam apenas indicadas.

Exemplo:

A soma do monômio 3x2y com o monômio 2xyz ficaria indicada por 3x2y + 2xyz (não podemos efetuar a soma dos seus coeficientes).

b) Multiplicação

O produto de monômios é obtido realizando-se a multiplicação dos coeficientes entre si e em seguida multiplicando suas partes literais. Para multiplicar monômios não é necessário que eles sejam semelhantes, nesse caso, a multiplicação é apenas indicada.

Exemplos:

a) 3a × 4b = (3×4) × (a × b) = 12ab

b) 4x2y6 × 5x4y3 = (4 × 5) × (x2 × x4 × y6 × y3) = 20 x6 y9

c) 2xy2 × 5x2 y3 z = (2 × 5) × (x × x2 × y2 × y3 × z) = 10x3 y 5 z

Lembrar que quando multiplicamos potências de mesma base, conserva-se a base somam-se os expoentes.

a m . a n = am + n

c) Divisão

O quociente entre dois monômios é obtido realizando-se a divisão dos coeficientes entre si e em seguida dividindo suas partes literais. Para dividir monômios não é necessário que eles sejam semelhantes, nesse caso, a divisão é apenas indicada.

Exemplos:

a) (-15a6b4) : (3a2b2) = (-15 : 3)(a6: a2)(b4: b2) = -5 a6 - 2 b4 - 2= -5a4 b

c) (12x2y7) : (4x5y3) = (12 : 4)(x2-5 y7-3) = 3x-3y4 =

Lembrar que quando dividimos potências de mesma base, conserva-se a base subtraem-se os expoentes.

am : an = a m-n

d) Potenciação

Para elevar um monômio a um expoente, basta elevar seu coeficiente a esse expoente e em seguida elevar a parte literal a esse mesmo expoente.

Exemplos:

a) (3x2y5)3= 33(x2) 3 (y 5) 3 = 27 x2 x 3 y5 x 3 = 27x 6 y 15

b) (2a3b4)2= 22(a3) 2 (b4)2= 4 a3 x 2 b 4 x 2= 4 a 6 b 8

Lembrar que na potenciação os expoentes são multiplicados.

(a m) n = a m x n

EQUAÇÕES DO 1º GRAU COM UMA VARIÁVEL

Equação é toda sentença matemática aberta representada por uma igualdade, em que exista uma ou mais letras que representam números desconhecidos.

Exemplo: X + 3 = 12 – 4

Forma geral: ax = b, em que x representa a variável (incógnita) e a e b são números racionais, com a 0. Dizemos que a e b são os coeficientes da equação.(ax = b, é a forma mais simples da equação do 1º grau)

Exemplos:

x - 4 = 2 + 7, (variável x)

2m + 6 = 12 – 3, (variável m)

-2r + 3 = 31, (variável r)

5t + 3 = 2t – 1 , (variável t)

3(b – 2) = 3 + b, (variável b)

4 + 7 = 11, (é uma igualdade, mas não possui uma variável, portanto não é uma equação do 1º grau) 3x – 12 > 13, (possui uma variável, mas não é uma igualdade, portanto não é uma equação do 1º grau).

Obs:

Devemos observar duas partes em uma equação, o 1º membro à esquerda do sinal de igual e o 2º membro à direita do sinal de igual.

REGRA DE TRÊS SIMPLES

Regra de três simples é um processo prático para resolver problemas que envolvam quatro valores dos quais conhecemos três deles. Devemos, portanto, determinar um valor a partir dos três já conhecidos.

Passos utilizados numa regra de três simples:

1º) Construir uma tabela, agrupando as grandezas da mesma espécie em colunas e mantendo na mesma linha as grandezas de espécies diferentes em correspondência.

2º) Identificar se as grandezas são diretamente ou inversamente proporcionais.

3º) Montar a proporção e resolver a equação.

Exemplos:

1) Com uma área de absorção de raios solares de 1,2m2, uma lancha com motor movido a energia solar consegue produzir 400 watts por hora de energia. Aumentando-se essa área para 1,5m2, qual será a energia produzida?

Solução: montando a tabela:

Área (m2) Energia (Wh)

1,2 400

1,5 x

Identificação do tipo de relação:

Inicialmente colocamos uma seta para baixo na coluna que contém o x (2ª coluna).

Observe que: Aumentando a área de absorção, a energia solar aumenta.

Como as palavras correspondem (aumentando - aumenta), podemos afirmar que as grandezas são diretamente proporcionais. Assim sendo, colocamos uma outra seta no mesmo sentido (para baixo) na 1ª coluna.

Montando a proporção e resolvendo a equação temos:

Logo, a energia produzida será de 500 watts por hora.

2) Um trem, deslocando-se a uma velocidade média de 400Km/h, faz um determinado percurso em 3 horas. Em quanto tempo faria esse mesmo percurso, se a velocidade utilizada fosse de 480km/h?

Solução: montando a tabela:

Velocidade (Km/h) Tempo (h)

400 3

480 x

Identificação do tipo de relação:

Inicialmente colocamos uma seta para baixo na coluna que contém o x (2ª coluna).

Observe que: Aumentando a velocidade, o tempo do percurso diminui.

Como as palavras são contrárias (aumentando - diminui), podemos afirmar que as grandezas são inversamente proporcionais. Assim sendo, colocamos uma outra seta no sentido contrário (para cima) na 1ª coluna. Montando a proporção e resolvendo a equação temos:

Logo, o tempo desse percurso seria de 2,5 horas ou 2 horas e 30 minutos.

3) Bianca comprou 3 camisetas e pagou R$120,00. Quanto ela pagaria se comprasse 5 camisetas do mesmo tipo e preço?

Solução: montando a tabela:

Camisetas Preço (R$)

3 120

5 x

Observe que: Aumentando o número de camisetas, o preço aumenta.

Como as palavras correspondem (aumentando - aumenta), podemos afirmar que as grandezas são diretamente proporcionais. Montando a proporção e resolvendo a equação temos:

Logo, a Bianca pagaria R$200,00 pelas 5 camisetas.

4) Uma equipe de operários, trabalhando 8 horas por dia, realizou determinada obra em 20 dias. Se o número de horas de serviço for reduzido para 5 horas, em que prazo essa equipe fará o mesmo trabalho?

Solução: montando a tabela:

Horas por dia Prazo para término (dias)

8 20

5 x

Observe que: Diminuindo o número de horas trabalhadas por dia, o prazo para término aumenta.

Como as palavras são contrárias (diminuindo - aumenta), podemos afirmar que as grandezas são inversamente proporcionais. Montando a proporção e resolvendo a equação temos:

O conceito de potenciação é muito importante no que se refere aos desenvolvimentos dos exercícios nos conteúdos de equações e funções exponenciais, além de outras aplicações, e por este motivo temos que ter bastante cuidado ao estudar as propriedades e as principais características da potenciação. Já vimos estas propriedades nos tópicos anteriores, e também suas principais características. E hoje vamos fazer um resumo das mesmas, de forma que sejam assimilados todos os conceitos vistos até aqui.

Vejamos:

A potenciação é uma multiplicação de fatores iguais.

Temos que, (+2).(+2).(+2)=(+2)3

Na potência (+2)3 = +8, temos:

(+2) = Base