Trabalho Completo Trabalho..

Trabalho..

Imprimir Trabalho!
Cadastre-se - Buscar 155 000+ Trabalhos e Monografias

Categoria: Língua Portuguesa

Enviado por: reggae 19 setembro 2013

Palavras: 328 | Páginas: 2

Imagine que, no Nordeste do país, uma mãe diga ao seu filho: “Pare de ser abestado, menino!” e no Sudeste outra mãe diga ao seu filho: “Pare de ser bobo, menino!”. Essas duas frases representam uma variação:

Escolher uma resposta.

a. histórica, pois tanto a palavra “abestado” quanto “bobo” não fazem parte do nosso vocabulário atual.

b. as frases não apresentam variação linguística, pois ambas fazem uso da mesma língua, isto é, o português.

c. social, pois indica que ambas as mães fazem parte de um grupo social específico.

d. geográfica, pois “abestado” e “bobo” dizem respeito a uma mesma coisa, ou seja, a uma pessoa que age de maneira tola.Imagine que, no Nordeste do país, uma mãe diga ao seu filho: “Pare de ser abestado, menino!” e no Sudeste outra mãe diga ao seu filho: “Pare de ser bobo, menino!”. Essas duas frases representam uma variação:

Escolher uma resposta.

a. histórica, pois tanto a palavra “abestado” quanto “bobo” não fazem parte do nosso vocabulário atual.

b. as frases não apresentam variação linguística, pois ambas fazem uso da mesma língua, isto é, o português.

c. social, pois indica que ambas as mães fazem parte de um grupo social específico.

d. geográfica, pois “abestado” e “bobo” dizem respeito a uma mesma coisa, ou seja, a uma pessoa que age de maneira tola.Imagine que, no Nordeste do país, uma mãe diga ao seu filho: “Pare de ser abestado, menino!” e no Sudeste outra mãe diga ao seu filho: “Pare de ser bobo, menino!”. Essas duas frases representam uma variação:

Escolher uma resposta.

a. histórica, pois tanto a palavra “abestado” quanto “bobo” não fazem parte do nosso vocabulário atual.

b. as frases não apresentam variação linguística, pois ambas fazem uso da mesma língua, isto é, o português.

c. social, pois indica que ambas as mães fazem parte de um grupo social específico.

d. geográfica, pois “abestado” e “bobo” dizem respeito a uma mesma coisa, ou seja, a uma pessoa que age de maneira tola.